Dentro do rol de medidas sobre a mesa da equipe econômica para tentar reduzir gastos públicos, ganha força a ideia de passar do INSS para as empresas o pagamento de auxílio-doença, informa o Estadão. O dispositivo foi incluído por emenda a uma medida provisória que trata da antecipação do 13º salário para aposentados e pensionistas, com o apoio do governo.

A ideia é retirar esse encargo do INSS e facilitar o pagamento do benefício, que hoje costuma atrasar diante da necessidade de que o trabalhador afastado por mais de 15 dias por doença tenha de se submeter a uma perícia, que costuma demorar mais de 40 dias.

Auxílio-acidente

As empresas poderiam abater a integralidade do gasto com auxílio-doença na forma de descontos nos tributos devidos à União.

A proposta parece jogar mais encargos nas costas das empresas, ao contrário do discurso do governo de facilitar, desonerar e simplificar a vida do empreendedor.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.