Auxílio Emergencial: 3ª parcela será liberada à partir de quarta-feira

0


O auxílio emergencial do governo, está sendo, uma ajuda importante aos trabalhadores, e suas famílias, diante da pandemia do coronavírus, nos últimos dias, mudanças relevantes a respeito do auxílio foram anunciadas.

 O calendário de pagamentos, da terceira parcela do auxilio emergencial de R$600 para os inscritos no Bolsa Família, já está definido e se inicia no próxima dia 17. As Datas, foram organizadas, de acordo com o digito final do NIS (Número de Identificação Social).

Pagamentos

Foi concluído em maio o pagamento da segunda parcela do Auxílio Emergencial pela Caixa para os beneficiários que já haviam recebido a primeira parcela até 30 abril. Outro grupo de aprovados recebeu a primeira parcela também no mês de maio, entretanto o pagamento da segunda parcela para este grupo ainda não está confirmado.

calendário da terceira parcela, que estava prevista para maio, continua sem definição para os informais inscritos pelo site e app do Auxílio Emergencial.

auxilio emergencial

Pagamento da terceira parcela

O saques da terceira parcela do Auxílio Emergencial vão funcionar com três calendários de pagamento, o calendário para beneficiários do Bolsa Família, para recebimento em conta poupança social da Caixa e por último mas não menos importante o calendário de saque em dinheiro e transferência para outros bancos.

Vão receber à partir do dia 17 de Junho o primeiro grupo que são os beneficiários cadastrados no Bolsa Família, estes recebem de forma escalonada seguindo o Número de Identificação Social (NIS).

Calendário da 3ª parcela para beneficiários do Bolsa Família

Confira à seguir o calendário de pagamento da terceira parcela do Bolsa Família:

  • dia 17: NIS final 1
  • dia 18: NIS final 2
  • dia 19: NIS final 3
  • dia 22: NIS final 4
  • dia 23: NIS final 5
  • dia 24: NIS final 6
  • dia 25: NIS final 7
  • dia 26: NIS final 8
  • dia 29: NIS final 9
  • dia 30: NIS final 0

Balanço

Até esta quarta-feira (10), a Caixa Econômica Federal (CEF) havia pagado R$ 76,6 bilhões em Auxílio Emergencial, para 58,6 milhões de beneficiários. Ao todo, foram 108,5 milhões de pagamentos, uma vez que muitos beneficiários já começaram a receber a segunda parcela de R$ 600.

Ainda segundo a Caixa, foram processados pela Dataprev 101,9 milhões de cadastros, dos quais 59,2 milhões foram considerados elegíveis – destes, 19,2 milhões de beneficiários do Bolsa Família, 10,5 milhões do Cadastro Único e 29,5 milhões de trabalhadores que se inscreveram por meio do site e do aplicativo do programa.