Auxílio Emergencial: A primeira parcela será liberada em Março?

0

O auxílio emergencial será a salvação financeira para muitos brasileiros, principalmente que os que possem outro tipo de renda.

Em recente declaração, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), disse que o valor do novo auxílio será de R$ 250,00 em quatro parcelas, sendo a primeira paga em março.
Com PEC Emergencial aprovada pelo Senado, fica faltando a decisão da Câmara dos Deputados, que vai votar a PEC que libera o auxílio emergencial, na próxima terça-feira (9).

Depois de muitos desentendimentos, governo e parlamentares conseguiram chegar um acordo em relação ao auxílio emergencial 2021.

Agora, só resta esperar a decisão da Câmara, rezar para que não haja modificações no texto aprovado pelo Senado, pois, tendo alterações, o texto terá que voltar para o Senado.

Como vai funcionar?

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal. / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Enquanto isso, a população fica na expectativa de quantas parcelas serão o benefício, 4 ou 3? Embora, Bolsonaro garanta que será de 4 parcelas, existe a possibilidade de pagar três parcelas agora e verificar como se comportará a pandemia e se haverá que ter uma nova rodada de pagamentos.

No momento, o valor mais cotado para o auxílio emergencial é de R$ 250,00 cada parcela. A expectativa é que a nova rodada siga os mesmos moldes do ano passado, ou seja, primeiro o governo realiza o depósito em conta poupança social digital que pode ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Em segundo momento o governo libera o calendário destinado a saque em espécie e transferência bancária.

Número de beneficiários

Tudo indica que o número de beneficiários que receberão as parcelas do novo auxílio não será o mesmo de 2020. O governo federal prepara um pente-fino no número de beneficiários para que aproximadamente 40 milhões de pessoas possam ter acesso as novas parcelas.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil