O Plenário do Senado aprovou, nesta quinta-feira (4), o projeto de lei (PL) que libera o auxílio emergencial de R$ 600 para artistas e estabelecimentos culturais; a próxima etapa é a sanção do presidente Jair Bolsonaro, que já havia vetado a inclusão de artistas na categoria de trabalhadores informais.

auxilio emergencial

O dinheiro será repassado para municípios, estados e Distrito Federal.

As 29 emendas do texto foram eliminadas pelos senadores para que o PL não retornasse para a Câmara dos Deputados e foi aprovado sem mudanças.

O senador Jaques Wagner (PT-BA) foi relator e destacou a urgência que os representantes do setor pediam.

Agora, contadores de histórias e professores de capoeira também fazem parte do grupo de beneficiários.