Auxílio Emergencial: Bolsonaro prorroga benefício em mais quatro parcelas de R$ 300

0

O anúncio do presidente, Jair Messias Bolsonaro, foi realizado nesta terça-feira, 1º, informando que definiu o formato das próximas parcelas do auxílio emergencial.

Portanto, o benefício terá continuidade pelo próximos quatro meses, no valor de R$ 300,00. 

Estudos realizados pelo Governo Federal nas últimas semanas, resultaram na referida quantia que visa atender os trabalhadores informais que foram afetados financeiramente pela pandemia da Covid-19.

A informação foi divulgada após uma reunião entre o presidente, ministros e demais parlamentares aliados no Palácio da Alvorada. 

Auxílio Emergencial 

O benefício teve início no mês de abril, momento em que os impactos da pandemia do novo coronavírus no país foram expressivos.

coronavoucher
Auxílio emergencial

Na ocasião, houve o fechamento e a suspensão temporária de atividades empresariais, afetando diretamente os trabalhadores assalariados e, mais ainda, aqueles informais.

Foi neste sentido que o auxílio emergencial no valor de R$ 600,00 foi criado, para atender temporariamente este grupo pelo período inicial de três meses. 

Entretanto, diante do cenário que foi se intensificando cada vez mais, o Governo Federal através do Ministério da Economia, autorizou a prorrogação do benefício diante de mais duas parcelas no mesmo valor.

No intuito de continuar apoiando esta classe, o presidente já havia demonstrado a intenção de prolongar o auxílio emergencial até dezembro, mas o debate sobre o novo valor que deveria ser inferior aos anteriores era um impasse entre o presidente e a equipe econômica. 

Estabelecido o novo valor que se trata de um meio termo entre a oferta inicial e a proposta do ministro da Economia, Paulo Guedes, que era de R$ 200,00, agora, Bolsonaro disse que trabalhará para que a reforma administrativa também seja enviada para análise do Congresso Nacional até esta quinta-feira, 3. 

Por Laura Alvarenga