Auxílio Emergencial: Caixa libera saques e transferências da 2ª parcela para nascidos em Setembro

0

Nesta terça-feira (9), a Caixa Econômica Federal libera nesta terça-feira as transferências e os saques em espécie da segunda parcela do Auxílio Emergencial de R$ 600, depositada em poupanças sociais digitais do banco para os 2,6 milhões de beneficiários nascidos no mês de setembro.

As liberações tiveram início no dia 30 de maio, e seguem um calendário ligado ao mês de nascimento do trabalhador. Até a data de liberação, os recursos já depositados nas poupanças podem ser utilizados somente para efetuar pagamento de contas, boletos, além de compras por meio do cartão de débito virtual.

Para os trabalhadores que receberam a primeira parcela do benefício em outra conta, os recursos depositados na poupança digital serão transferidos automaticamente, também na data de liberação dos saques e transferências. Sendo assim, esses beneficiários terão que procurar os bancos em que têm conta caso queiram sacar o dinheiro.

auxilio emergencial

Veja o calendário para liberação de saques e transferências da poupança social digital:

Nascidos em janeiro: 30 de maio

Nascidos em fevereiro: 1° de junho

Nascidos em março: 2 de junho

Nascidos em abril: 3 de junho

Nascidos em maio: 4 de junho

Nascidos em junho: 5 de junho

Nascidos em julho: 6 de junho

Nascidos em agosto: 8 de junho

Nascidos em setembro: 9 de junho

Nascidos em outubro: 10 de junho

Nascidos em novembro: 12 de junho

Nascidos em dezembro: 13 de junho

Pagamentos

A Caixa concluiu em maio os pagamentos da segunda parcela do Auxílio Emergencial para os beneficiários que receberam a primeira até o dia 30 de abril.

O calendário da terceira parcela, que estava prevista para maio, continua sem definição.

Um segundo grupo de aprovados recebeu a primeira parcela também na última semana semana de maio (para estes, a data de pagamento da segunda não está confirmada, porém, segundo o presidente da Caixa, o benefício deve ser liberado em um mês.

Até segunda-feira (9), ainda havia 10,4 milhões de pedidos de Auxílio Emergencial aguardando análise, segundo a Caixa. Não há previsão de quando essas pessoas irão receber o benefício.

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do Auxílio Emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Balanço

Até esta segunda-feira (8), a Caixa Econômica Federal (CEF) havia pagado R$ 76,6 bilhões em Auxílio Emergencial, para 58,6 milhões de beneficiários. Ao todo, foram 108,5 milhões de pagamentos, uma vez que muitos beneficiários já começaram a receber a segunda parcela de R$ 600.

A Caixa frisa ainda que foram processados pela Dataprev: 101,9 milhões de cadastros, dos quais 59,2 milhões foram considerados elegíveis – destes, 19,2 milhões de beneficiários do Bolsa Família, 10,5 milhões do Cadastro Único e 29,5 milhões de trabalhadores que se inscreveram por meio do site e do aplicativo do programa.

Outros 5,1 milhões de cadastros feitos pelo app e site estão em reanálise, e 5,3 milhões ainda passam pela primeira análise.

Sumiço de dinheiro

Na segunda-feira (8), beneficiários do Auxílio Emergencial, que usaram o aplicativo “Caixa Tem” para realizar o pagamento de boletos, relataram que o dinheiro está sumindo da conta sem que o procedimento seja concluído.

O ‘app’ funciona como o dispositivo de qualquer outro banco. Por ele, a pessoa que recebe o benefício pode consultar saldo, extrato, fazer transferências e pagamentos.

A Caixa confirmou a falha e afirmou que atingiu 0,1% dos boletos pagos no “Caixa Tem”. Segundo o banco, a situação está resolvida e todos os clientes afetados vão ser ressarcidos.