Para quem está com dúvidas, o calendário de pagamentos da segunda parcela do Auxílio Emergencial ainda não foi liberado, mas pra você que depende do benefício não se preocupe, a Caixa Econômica pretende divulgar o calendário da segunda parcela do auxílio emergencial nesta semana.

Mas se você quer saber como funciona o calendário, quando e como receber, então sugerimos que acompanhe o artigo até o final!

Calendário de pagamento

Existem três calendários de pagamentos diferentes, entenda cada um deles:

  1. O primeiro calendário serve para quem se inscreveu para receber o Auxílio Emergencial através do aplicativo ou do site do programa;
  2. O segundo calendário existente serve para os beneficiários que recebem o Bolsa Família;
  3. O terceiro calendário é destinado aos inscritos no Cadastro Único que não recebem o Bolsa Família e mulheres chefes de família.

1. Calendário para Inscritos no App ou site

  • O primeiro pagamento para esses beneficiários começou no dia 14 de abril. O pagamento tinha um prazo de cinco dias úteis para recebimento após o registro. No entanto, muitos beneficiários se queixaram de pagamentos em atraso e alegaram que o prazo não foi cumprido.
  • A segunda parcela chegou a ter a confirmação de sua antecipação, o que acabou não acontecendo, o calendário está previsto para ser liberado esta semana de acordo com a Caixa
  • terceira e última parcela continua até o momento com a sua programação normal de pagamento:
    – 26 de maio para nascidos de janeiro a março
    – 27 de maio para nascidos de abril a junho
    – 28 de maio para nascidos de julho a setembro
    – 29 de maio para nascidos de outubro a dezembro

2. Calendário para beneficiários do Bolsa Família

Para os beneficiários nada mudou, quem recebe o Bolsa Família e agora recebe o Auxílio Emergencial, continua com a mesmas datas de pagamento do benefício ao qual segue a ordem do último digito do NIS.

3. Calendário para inscritos no CadÚnico que não recebem o Bolsa Família

A primeira parcela foi paga entre os dias 14 e 17 de Abril.

Já a segunda e terceira parcela seguem o mesmo cronograma dos inscritos no App e site da Caixa.

auxilio emergencial

Aplicativo Caixa Tem

O Caixa Tem é o novo aplicativo da Caixa criado para facilitar o acesso de todos os brasileiros a serviço sociais e a diversas transações bancárias.

O app está disponível para download nas lojas Android e iOS.

No app, é possível acessar informações sobre o Auxílio Emergencial, benefícios e programas sociais, além de informações ao trabalhador como FGTS, Abono Salarial do PIS e Seguro-Desemprego.

Quem tem conta na Caixa também pode consultar saldo e extrato, fazer pagamentos e transferências de até R$ 600 por transação e até R$ 1 mil por dia.

E sabe o que é melhor? Você usa o aplicativo como se estivesse em uma conversa. Tudo bem acessível e fácil de usar.

Os cidadãos que optaram por receber o Auxílio Emergencial em conta na Caixa terão acesso a essa funcionalidade. Se você ainda não fez o cadastro ou busca mais informações, acesse Auxílio Emergencial.

Quem tem direito ao Auxílio

Pode solicitar o benefício o cidadão maior de 18 que atenda a todos os seguintes requisitos:

Esteja desempregado ou exerça atividade na condição de:

– Microempreendedores individuais (MEI);  

– Contribuinte individual da Previdência Social; 

– Trabalhador Informal.

Pertença à família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até 3 (três) salários mínimos (R$ 3.135,00).

Quem não tem direito ao Auxílio

  • Tenha emprego formal ativo;
  • Pertence à família com renda superior a três salários mínimos (R$ 3.135,00) ou cuja renda mensal por pessoa maior que meio salário mínimo (R$ 522,50);
  • Está recebendo Seguro Desemprego;
  • Está recebendo benefícios previdenciários, assistenciais ou benefício de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família;
  • Recebeu rendimentos tributáveis acima do teto de R$ 28.559.70 em 2018, de acordo com declaração do Imposto de Renda.

Até quando será liberado o pagamento e qual valor?

O pedido do Auxílio Emergencial poderá ser feito até o dia 2 de Julho, ou seja três meses após a publicação garantindo assim 3 parcelas de pagamento.

Se você se cadastrar no dia 2 de Julho por exemplo e você for chefe de família podendo receber até R$ 1.200 por parcela, seu benefício será pago de uma só vez totalizando R$ 3.600 em uma única parcela, isso vale também para quem tiver direito dos R$ 600.