Auxílio Emergencial de R$ 3.000 pode ser aprovado para agricultores

0

O presidente da republica Jair Bolsonaro vetou a inclusão dos agricultores de baixa renda de participarem do Auxílio Emergencial de R$ 600, entretanto a Câmara dos Deputados, planeja agora um auxílio emergencial no valor de até R$ 3 mil para o agricultores. O do presidente ocorreu mesmo com os parlamentares tendo aprovado a inclusão de agricultores familiares não inscritos no CadÚnico.

Porém mesmo sendo vetada, existe a possibilidade de reversão do veto pelo congresso. Neste momento os deputados querem aprovar a ajuda junto com uma séria de medidas para estimular os pequenos agricultores neste momento de pandemia. O valor de até R$ 3 mil em parcela única foi definido pelo deputado Zé Silva (SOLIDARIEDADE – MG), relator de um texto que reúne uma série de propostas para apoiar agropecuários de baixa renda. Confira, a seguir, mais informações sobre a criação do Auxílio Emergencial para agricultores.

Valor do Auxílio continua em discussão

Ainda está sendo discutido o valor de R$ 3 mil para o Auxílio Emergencial aos agricultores. Com informações do relator da proposta, a medida visa incluir cerca de 1,7 milhão de agricultores que produzem alimentos apenas para sua própria sobrevivência.

Com isso os pequenos agricultores vão ser beneficiados com um novo benefício caso seja aprovado. Até o momento não existem informações sobre a renda anual máxima para ter direito ao Auxílio Emergencial para agricultores.

Novas medidas para os agricultores

Outros pontos estão sendo discutidos além do Auxílio Emergencial para os agricultores, como um crédito rural emergencial de R$ 10 mil, com juros de 3% ao ano com dez anos para o pagamento e três anos de carência. O objetivo seria aliviar o caixa dos agricultores durante e após o período de pandemia. Outra proposta é que o governo federal compre mais da produção desses agricultores de baixa renda, uma vez que as feiras livres estão, em geral, proibidas de ocorrerem.