Auxílio Emergencial e a prorrogação por mais 2 meses

0

Paulo Guedes, Ministro da Economia, já havia informado que o governo estuda a possibilidade prorrogar o Auxílio Emergencial de R$ 600 por um ou dois meses. Entretanto o valor do benefício seria reduzido de R$ 600 para R$ 200. Se a intenção de Paulo Guedes for adiante, teremos saques até agosto.

Guedes informa que o valor do Auxílio Emergencial se aprovado prorrogação deve ser reduzido devido as contas públicas. Vale lembrar que o valor de R$ 200 foi o valor proposto pelo ministro no início da pandemia.

“Se voltar para R$ 200 quem sabe não dá para estender por um mês ou dois? R$ 600,00 não dá”, indagou Guedes em entrevista com empresários no último dia 19 de maio.

Em entrevista realizada na quinta-feira, 21 de maio, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, confirmou que a expansão do auxílio durante a pandemia está sendo analisada, mas a estrutura de gastos ainda precisa ser analisada.

“Nós não podemos esquecer que o Auxílio Emergencial é fundamental. Se a crise continuar, ele vai ser tão importante como está sendo agora. Agora, de onde vamos conseguir tirar o dinheiro? Esse é o nosso desafio. Já coloquei alguns parlamentares para estudar isso para ter uma proposta que a gente possa fazer ao governo”, afirmou Rodrigo Maia.

De acordo com Rodrigo Maio, a concessão por apenas três meses do Auxílio Emergencial pode não ser suficiente, tendo em conta a crescente no número de casos e de mortos pelo coronavírus.

auxilio emergencial

Após atraso, 2ª parcela foi disponibilizada

Depois de uma demora de mais de 15 dias finalmente começou essa semana o pagamento da 2ª parcela do Auxílio Emergencial para os brasileiros que receberam a primeira parcela até o dia 30 de abril.

Entretanto, agora o calendário está dividido conforme as datas habituais de pagamento para quem integra o Programa Bolsa Família e de acordo com o mês de nascimento para as demais pessoas que têm direito a receber o benefício.

Confira o calendário de depósitos para beneficiários do Bolsa Família: 

Último dígito do NIS:Data do crédito:
118 de maio
219 de maio
320 de maio
421 de maio
522 de maio
625 de maio
726 de maio
827 de maio
928 de maio
029 de maio

Veja o calendário para depósito em poupança social:

Nascidos em:Dia de recebimento do benefício:
janeiro e fevereiro20 de maio
março e abril21 de maio
maio e junho22 de maio
julho e agosto23 de maio
setembro e outubro25 de maio
novembro e dezembro26 de maio

Veja o calendário para saque e transferência da poupança social:

Nascidos em:Liberado em:
janeiro30 de maio
fevereiro1 de junho
março2 de junho
abril3 de junho
maio4 de junho
junho5 de junho
julho6 de junho
agosto8 de junho
setembro9 de junho
outubro10 de junho
novembro12 de junho
dezembro13 de junho

Novos aprovados estão recebendo a 1ª parcela

Os pagamentos vão até 29 de maio, em dias escalonados por mês de nascimento (veja o calendário mais abaixo). Até o final dos pagamentos, serão creditados R$ 5,3 bilhões a mais de 8,3 milhões de pessoas. Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do Auxílio Emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

NascimentoDia que irá receber
Nascidos em JaneiroRecebem dia 19 de Maio
Nascidos em FevereiroRecebem dia 20 de Maio
Nascidos em MarçoRecebem dia 21 de Maio
Nascidos em AbrilRecebem dia 22 de Maio
Nascidos em Maio, Junho e JulhoRecebem dia 23 de Maio
Nascidos em AgostoRecebem dia 25 de Maio
Nascidos em SetembroRecebem dia 26 de Maio
Nascidos em OutubroRecebem dia 27 de Maio
Nascidos em NovembroRecebem dia 28 de Maio
Nascidos em DezembroRecebem dia 29 de Maio