No mês de Julho os brasileiros vão receber Auxílio Emergencial, o abono do PIS e também o saque emergencial do FGTS, esta é uma ótima oportunidade para ajudar os brasileiros a superarem a crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus.

Benefícios liberados para Julho

Três benefícios podem ser liberados neste mês de Julho, quem se enquadrar nas respectivas datas pode recebem um bom valor. Antes de entender como é possível receber, vamos explicar quais são estes benefícios e para quem são destinados.

Auxílio Emergencial

O primeiro benefício a ser listado é o Auxílio Emergencial. O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus – COVID 19.

Quem tem direito?

Para pedir o auxilio, é necessário ter mais de 18 anos. Pode receber:

  • empregado que não têm carteira assinada
  • autônomo
  • desempregado
  • MEI (microempreendedor individual)
  • contribuinte individual da Previdência

Além de se enquadrar em um desses casos, a pessoa deve estar dentro dos limites de renda estabelecidos na lei. Pode receber quem:

  • tem família com renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135) ou com renda mensal per capita (por membro da família) de até meio salário mínimo (R$ 522,50)
  • teve rendimentos tributáveis de até R$ 28.559,70 em 2018 (conforme declaração do Imposto de Renda feita em 2019)

Pagamentos do Auxílio Emergencial

Neste momento existem beneficiários que já estão recebendo a terceira parcela, outros que estão no aguardo da terceira parcela. Beneficiários que receberam a primeira parcela em Maio e os recém aprovados que receberam a primeira parcela na semana passada e que tem um novo calendário divulgado para saque em dinheiro e transferência para outras instituições.

Vamos abordar cada um deles para que vocês possam entender.

Primeiros aprovados

Os primeiros aprovados que receberam a primeira parcela até o dia 30 de abril, já receberam a primeira e segunda parcela. Para estes beneficiários o calendário de pagamento da terceira parcela deve ser liberado no decorrer desta semana.

Neste grupo já estão os beneficiários do Bolsa Família que já teve o seu calendário divulgado e já estão recebendo a terceira parcela de maneira escalonada, seguindo a ordem no número final do (NIS).

Aprovados de Maio

Para os aprovados em maio, estes tiveram seu calendário e pagamento somente da primeira parcela efetuados até o momento. Os aprovados de maio estão no aguardo do calendário da segunda parcela.

Recém aprovados

Neste mês de Junho mais um grupo de brasileiros, no total 4,9 milhões de trabalhadores foram aprovados para receberem o auxílio, estes brasileiros receberam a primeira parcela em conta poupança digital na semana passada e estão agora, aguardando o calendário para saque e transferência para outros bancos.

Terceira parcela do Auxílio Emergencial se estenderá até Julho

Uma das informações divulgadas sobre o pagamento da terceira parcela do Auxílio Emergencial é que o calendário seguirá mesmos moldes do pagamento da segunda parcela, ou seja, de forma escalonada, onde os pagamentos vão ser liberados de acordo com o mês de nascimento em conta poupança digital e em seguida seguirá um novo calendário para quem deseja sacar o dinheiro em espécie ou transferir para outros bancos. Sendo assim o calendário será estendido até o mês de Julho.

O benefício paga valores de R$ 600 a R$ 1.200 para as mães chefes de família.

FGTS

Saque emergencial do FGTS

Mais um benefício que veio como um suporte aos brasileiros e a economia é o saque emergencial do Fundo de Garantia FGTS. O beneficio vai pagar até R$ 1.045 por pessoa e não existem muitas regras para este benefício, se você tiver saldo para receber você vai receber. A expectativa é de que mais de 60 milhões de trabalhadores tenham direito e acesso ao Fundo.

A partir do mês de junho o saque emergencial do FGTS começará a ser liberado na conta. No entanto, as datas para crédito na poupança e saques são diferenciadas, pois a Caixa Econômica Federal tem o intuito de não causar aglomerações nas agências.

Confira abaixo o calendário completo com a data para saques:

Mês de nascimentoCrédito em contaSaque ou transferência
Janeiro29 de junho25 de julho
Fevereiro6 de julho8 de agosto
Março13 de julho22 de agosto
Abril20 de julho5 de setembro
Maio27 de julho19 de setembro
Junho3 de agosto3 de outubro
Julho10 de agosto17 de outubro
Agosto24 de agosto17 de outubro
Setembro31 de agosto31 de outubro
Outubro8 de setembro31 de outubro
Novembro14 de setembro14 de novembro
Dezembro21 de setembro14 de novembro

PIS/Pasep 2020

O PIS/Pasep começa a ser pago no próximo dia 16 de julho e vão se estender até o dia 30 de junho de 2021. Para quem trabalhou por 12 meses no ano de 2019, o abono pagara R$ 1.045, já que trabalhou menos tempo receberá proporcional ao tempo de trabalho.

Confira a seguir a tabela de valores à receber com o período de tempo trabalhado

Meses trabalhadosValor à receber
1 mêsR$ 88,00
2 mesesR$ 175,00
3 mesesR$ 262,00
4 mesesR$ 349,00
5 mesesR$ 436,00
6 mesesR$ 523,00
7 mesesR$ 610,00
8 mesesR$ 697,00
9 mesesR$ 784,00
10 mesesR$ 871,00
11 mesesR$ 958,00
12 mesesR$ 1.045,00

Vale lembrar que os brasileiros que vão sacar em 2021 terão uma atualização no valor a receber, recebendo o valor do salário mínimo do ano em que tem direito.

Calendário do PIS para quem trabalhou em empresa privada:

Mês de nascimentoRecebe a partir de
Julho16 de Julho de 2020
Agosto18 de Agosto de 2020
Setembro15 de Setembro de 2020
Outubro14 de Outubro de 2020
Novembro17 de Novembro de 2020
Dezembro15 de dezembro de 2020
Janeiro19 de Janeiro de 2021
Fevereiro19 de Janeiro de 2021
Março11 de Fevereiro de 20201
Abril11 de Fevereiro de 2021
Maio17 de Março de 2021
Junho17 de Março de 2021

O PIS será sacado nas agências da Caixa, caixas eletrônicos e lotéricas, sendo necessário o Cartão Cidadão e senha cadastrada. Para quem não tem o Cartão Cidadão, será necessário se dirigir à uma agência da Caixa com um documento de identificação com foto.

Para quem tem conta na Caixa, com movimentação e saldo acima de R$ 1,00, o dinheiro cai automaticamente em conta.

Calendário do PASEP para os servidores públicos, respeitando o número final da inscrição:

  • Final da inscrição 0: recebem a partir de 16 de julho de 2020
  • Final da inscrição 1: recebem a partir de 18 de agosto de 2020
  • Final da inscrição 2: recebem a partir de 15 de setembro de 2020
  • Final da inscrição 3: recebem a partir de 14 de outubro de 2020
  • Final da inscrição 4:recebem a partir de 17 de novembro de 2020
  • Final da inscrição 5: recebem a partir de 19 de janeiro de 2021
  • Final da inscrição 6 e 7: recebem a partir de 11 de fevereiro de 2021
  • Final da inscrição 8 e 9: recebem a partir de 17 de março de 2021

Os servidores públicos recebem o PASEP nas agências do Banco do Brasil (BB). Para quem não possui conta no banco, terá que ir até a uma agência do BB, levando documento oficial com foto.