Auxílio Emergencial não vai ser liberado para todos os beneficiários

0

O auxílio emergencial caminha a passos largos para uma nova prorrogação, o ministro da Economia Paulo Guedes, já informou que vem estudando medidas para que a prorrogação aconteça esse ano.

Porém o que é um consenso entre grande parte da ala política é de que para que uma nova prorrogação do benefício possa acontecer, algumas atitudes precisam ser respeitadas, como o Orçamento Federal para este ano.

Contudo, primeiro para que o governo se decida sobre a nova prorrogação o Congresso deverá aprovar o Orçamento para este ano, que está previsto para votação no mês de março.

auxilio emergencial
Aplicativo Auxílio Emergencial

Paulo Guedes solicita verba

Em recente publicação à CNN Brasil divulgou por fontes que o ministro da Economia solicitou as lideranças do Congresso que um valor de R$ 20 bilhões possam ser reservados para a liberação da nova rodada de saques do Auxílio Emergencial.

O valor é próximo a ideia inicial de liberar três novas parcelas de R$ 200 aos trabalhadores informais, o que geraria um custo de pouco mais de R$ 6 bilhões por cada parcela.

Logo, parece estar cada vez mais próximo de que a nova rodada de saques não será destinada a todos os 68 milhões de beneficiários que foram atendidos no ano passado.

A ideia do governo no momento é atender aos 30 milhões de “invisíveis” do governo, que são aqueles que não recebem nenhum tipo de assistência do governo e que também não trabalham de carteira assinada.