Auxílio emergencial pode ser prorrogado até 2022

O auxílio emergencial pode ser prorrogado até 2022, pelo menos foi o que garantiu o presidente Jair Bolsonaro numa entrevista concedia à Rádio Rock (SP), na sexta-feira (30), confirmando que não está descartada a possibilidade de que o governo federal prorrogue o pagamento do auxílio emergencial até o ano que vem.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Real, dinheiro, moeda / Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Ele disse que isso só acontecerá se a pandemia de Covid-19 continuar fora de controle, como está acontecendo agora em 2021.

“Somente no ano passado, nós gastamos em torno de R$ 300 bilhões com o auxílio emergencial. Isso equivale a mais de 10 anos de Bolsa Família. Neste ano, demos mais quatro meses de auxílio. A gente espera que, com o término da vacina, com a questão da pandemia sendo dissipada, não seja mais preciso isso. Mas, se porventura continuar, nós manteremos o auxílio emergencial”, afirmou Bolsonaro na entrevista à rádio.

Outro assunto abordado pelo presidente foi o aumento no valor do Bolsa Família. Inicialmente a ideia era aumentar o valor médio de R$ 192 para R$ 300 e também ampliar o número de famílias para serem atendidas para 17 milhões.

Prorrogação do auxílio emergencial

A prorrogação do auxílio emergencial em 2021 vai até outubro, e os valores não mudaram, sendo assim, para quem mora sozinho o valor continua em R$ 150,00; famílias com duas ou mais pessoas R$ 250,00 e as mães chefes de família R$ 375.

Comentários estão fechados.