Auxílio Emergencial poderá ter quatro parcelas de R$ 300

0

Deverá ser anunciada em breve pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, a prorrogação do Auxílio Emergencial. Se for confirmada a prorrogação, ficará em quatro parcelas de R$ 300, referente aos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro. Essa nova etapa do auxílio estará numa medida provisória que deverá ser enviada pelo Palácio do Planalto nos próximos dias ao Congresso Nacional.

Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal.

Renda Brasil

A preocupação maior do governo está em conseguir concluir o Renda Brasil ainda em 2020 para que a partir de janeiro de 2021 os brasileiros possam ter acesso ao novo programa social que vai substituir o Bolsa Família e deverá também atingir uma parte dos contemplados do Auxílio Emergencial.

Um dos principais pontos mais defendidos por Bolsonaro para que o Renda Brasil aconteça é a liberação de trabalho. De acordo com a proposta, os beneficiados poderão receber os recursos e ainda assim atuarem profissionalmente, através do programa Carteira Verde e Amarelo.

A ideia é que suas contratações passem a valer menos para os empresários e após o período de dois anos, tendo feito um plano de carreira, estes sejam contratados e assim deixem de depender do benefício social.

Caixa Econômica Federal abre neste sábado

A Caixa abrirá amanhã, sábado (22), 770 agências para atendimento aos beneficiários do auxílio emergencial e do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). As pessoas nascidas de janeiro a junho poderão realizar o saque em espécie do auxílio emergencial.

Já os trabalhadores nascidos entre janeiro e março poderão sacar o FGTS Emergencial, conforme calendário criado para evitar aglomerações em agências e unidades lotéricas.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil