Com as últimas notícias relacionadas a prorrogação do Auxílio Emergencial, muitos brasileiros estão se perguntando, até quando vão receber o Auxílio Emergencial. Essa é uma pergunta muito importante pois muitos brasileiros estão dependendo do benefício para sobreviver.

Por quanto tempo posso receber o Auxílio?

Foi divulgado hoje, 1 de julho, no Diário Oficial da União o decreto que prorroga o auxílio emergencial por mais duas parcelas no valor de R$ 600.

O programa inicialmente estipulou um auxílio aos brasileiros afetados pela crise econômica causada pela pandemia do coronavírus em três parcelas de R$ 600. Entretanto com o decreto já está oficializado o pagamento de uma quarta e quinta parcela.

Paulo Guedes, ministro da Economia, havia informado ontem em cerimônia no Palácio do Planalto que o auxílio será de R$ 600 e por mais duas parcelas. Inicialmente o presidente Jair Bolsonaro havia cogitado a ideia de vetar o valor proposto de R$ 600, mas em acordo acabou acatando a decisão para evitar atritos com o Congresso Nacional.

Mesmo sendo anunciado a extensão do benefício, aconteceram diversas falhas de comunicação e dúvidas relacionadas ao funcionamento da prorrogação. O ministro Paulo Guedes informou que o pagamento de R$ 600 pode ser dividido em mais de um pagamento dentro do mesmo mês. No decreto oficial não há especificação de como funcionará o pagamento.

De acordo com Pedro Guimarães, presidente da Caixa, quem já pediu o Auxílio Emergencial de R$ 600 e está recebendo, não terá que fazer mais nada para poder ser contemplado com as parcelas adicionais, basta aguardar o cronograma.

Oficialmente quantas parcelas ainda vão ser pagas?

Até o momento houve-se a confirmação de mais duas parcelas de R$ 600 decretadas.

Inicialmente o presidente Jair Bolsonaro informou que iria vetar caso chegasse alguma proposta de pagamento de R$ 600. Entretanto para evitar conflitos com o Congresso Nacional, o governo acabou acatando os pedidos do congresso.

Depois da fala da manhã, o ministro Paulo Guedes disse, em cerimônia no Palácio do Planalto, que o auxílio emergencial terá mais duas parcelas de R$ 600.

Calendário de pagamentos

Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, informou que já existe um calendário de pagamento das parcelas de prorrogação, entretanto com um formato que precisa ser definido nos próximos dias.

O ministro Paulo Guedes informou que o pagamento de R$ 600 pode ser dividido em mais de um pagamento dentro do mesmo mês.

Considerações Finais

Portanto, em princípio, as parcelas do auxílio emergencial serão para mais dois meses. Porém não há certezas de que o benefício acabe por aqui, existem vários fatores que podem mudar as direções do Auxílio Emergencial. O que vale inicialmente é saber que você está garantido até o recebimento da quinta parcela.