Auxílio Emergencial: Prorrogação de quatro parcelas de R$ 300

O valor é um meio termo entre o valor que está sendo pago de R$ 600 e o valor que o ministério da Econômica havia sinalizado de R$ 200 para a prorrogação.

0

A prorrogação do Auxílio Emergencial deve ser anunciada muito em breve pelo presidente da república Jair Bolsonaro. O Benefício deve ficar em mais quatro parcelas de R$ 300, que será referente aos meses de setembro à dezembro. Segundo fontes do próprio Palácio do Planalto os detalhes estão em uma medida provisória que será enviada nos próximos dias ao Congresso Nacional.

Durante toda a semana o presidente Bolsonaro deu o prazo para definição sobre o benefício até hoje, entretanto, de acordo com fontes, o presidente deve bater o martelo na segunda-feira (24).

O auxílio emergencial oficialmente foi criado no mês de abril com um valor de R$ 600 e inicialmente seria pago por três parcelas. Agora com a prorrogação até dezembro o Governo pagará um total de nove parcelas, onde cinco delas com valor de R$ 600 e as quatro últimas com valor de R$ 300.

Auxílio Emergencial

Agora a expectativa do governo é de conseguir concluir o Renda Brasil ainda este ano para que a partir de janeiro os brasileiros possam contar com o novo programa social que substituirá o Bolsa Família e atingirá também uma parte dos contemplados do Auxílio Emergencial.

Um dos principais pontos mais defendidos por Bolsonaro para que o Renda Brasil aconteça é a liberação de trabalho. De acordo com a proposta, os beneficiados poderão receber os recursos e ainda assim atuarem profissionalmente, através do programa Carteira Verde e Amarelo.

A ideia é que suas contratações passem a valer menos para os empresários e após o período de dois anos, tendo feito um plano de carreira, estes sejam contratados e assim deixem de depender do benefício social.