Para você quem recebeu a última parcela do seguro-dsesemprego no mês de junho e ralizou o cadastro do auxílio emergencial de R$ 600 até o dia 2 de julho de 2020, terá direito a duas parcelas do auxílio.

INSS

Será beneficiado com o auxílio emergencial quem recebeu a última parcela do seguro- desemprego no mês de junho e tenha solicitado o benefício até 2 de julho. A Caixa Econômica Federtal confirmou que estas pessoas terão direito ao auxílio.

Estas duas parcelas fazem parte do acréscimo anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro, atualmente sem partido.

“Sobre o cidadão que recebeu a última parcela do seguro-desemprego em junho, após cumprir todos os requisitos da lei, ele receberá as parcelas de julho e de agosto”, informou a assessoria, em nota.

Para isso o trabalhador terá que cumprir os requisitos para o recebimento do Auxílio Emergencial, assim, terá chance de receber os recursos. Os pagamentos vão respeitar os calendários, divulgados pela Caixa.

Lembrando que você que terminou de receber o seguro-desemprego e não soclicitou o auxílio emergencial até 2 de julho, não terá direito.

Novos aprovados no auxílio emergencial

Os benefícios que incialmente foram negados, mas recorreram entre os dias 24 de abril e 19 de julho, sendo considerados eleíveis. Para eles a 1ª parcela será depositada nesta quarta-feira, 5 de agosto.