Atualmente, com o isolamento social da população, muitas pessoas estão sofrendo com a redução da renda. Uma possibilidade de dar uma folga ao orçamento é pausar empréstimos e financiamentos. A Caixa Econômica Federal recentemente liberou a pausa nos financiamentos habitacionais, e o Banco do Brasil também oferece essa possibilidade. Saiba como fazer isso.

Para ajudar as famílias a enfrentaram a grave instabilidade econômica, durante a quarentena do coronavírus, as grandes instituições financeiras suspenderam cobranças de parcelas de linhas de financiamento. Entretanto, cada uma delas possui as suas particularidades. Saiba como funciona no caso do Banco do Brasil.

Como pausar empréstimos e financiamentos no Banco do Brasil

Desde a semana passada, o Banco do Brasil disponibilizou a prorrogação de duas parcelas nas prestações de micro e pequenas empresas, referentes aos meses de abril e maio, de contrato de financiamentos ou linhas de crédito.

Todavia, tanto pessoas físicas quanto jurídicas têm acesso a essa funcionalidade. É imprescindível não possuir débitos em prestações anteriores das linhas de crédito contratadas, como CDC Salário, CDC Automático ou CDC Consignado.

Para pausar empréstimos e financiamentos no banco do Brasil, é necessário entrar em contato com a sua agência, ou utilizar terminais de autoatendimento, app ou internet banking.

Telefones úteis do Banco do Brasil

  • Central de Relacionamento BB: 4004 0001 (para capitais e regiões metropolitanas) e 0800 729 0001 (para demais localidades) – SAC BB – 0800 729 0722
  • Clientes no exterior – +55 11 2845-7820
  • Ouvidoria – 0800 729 5678

Pausar empréstimos e financiamentos gera mais juros?

Por meio de nota, o Banco do Brasil afirma que as duas parcelas não serão definitivamente suspensas. Elas serão migrados para o final do cronograma de pagamentos, com a taxa de juros diluídos por todo o prazo do financiamento contratado.

Com informações Seu crédito Digital