Bancos vão devolver bilhões de reais aos brasileiros, consulte se você vai receber

São mais de 24 milhões de brasileiros que podem ter uma boa grana para receber, consulte se você é um deles

Cerca de 24 milhões de brasileiros localizados em todas as regiões do país vão receber cerca de R$ 8 bilhões de volta, esquecidos nas instituições bancárias, conforme confirmou o Banco Central (BC). A notícia fez com que tantas pessoas fossem atrás de consultar esses valores que a plataforma de consultas acabou saindo do ar.

Vale lembrar que os valores aos quais milhões de brasileiros têm direito são valores de cobranças que foram feitas de maneira indevida ou ainda remanescentes de contas antigas encerradas que não podiam mais ser consultadas.

Como funciona esse sistema de recebimento?

O chamado Sistema Valores a Receber (SVR), nome dado pelo Banco Central, foi lançado no dia 24 de janeiro, mas uma sobrecarga de acessos gerou instabilidade e queda do site do Banco Central.

Através do site do Banco Central é possível acessar o SVR, sendo possível realizar a consulta de recursos remanescentes nas contas para pessoas físicas (CPF) e pessoas jurídicas (CNPJ), facilitando o processo de devolução dos valores.

Assim, pelo sistema, cada cidadão consegue verificar e identificar o saldo disponível em contas encerradas, parcelas de empréstimos, tarifas cobradas indevidamente, e ainda outros recursos que costumam não ser pesquisados após o encerramento de grupos de consórcio.

Como realizar a consulta dos valores a receber

Antes de adentrarmos sobre como realizar a consulta, é preciso destacar que o sistema de consultas e valores voltará a funcionar somente a partir do dia 14 de fevereiro, conforme nota divulgada pelo Banco Central.

Já as solicitações de transferências dos valores que eventualmente estejam disponíveis poderão ser agendadas para recebimento a partir do dia 7 de março.

Sendo assim, veja como realizar a consulta que retorna no dia 14 de fevereiro:

  1. Acesse o site do BC e selecione a opção “Minha Vida Financeira“; 
  2. Em seguida, vá em “Valores a Receber”; 
  3. Clique em “Consulta ao Relatório Valores a Receber”; 
  4. Inicie a consulta e informe seu CPF ou CNPJ; 
  5. Caso você possua valores para receber, este aparecerá na tela; 
  6. Se há valores, será preciso acessar o portal do Registrato, de modo a saber em qual banco o dinheiro está. 

Etapas da liberação dos valores

Do total de R$ 8 bilhões aos quais os brasileiros possuem para receber, na primeira fase do serviço serão devolvidos R$ 3,9 bilhões a mais de 24 milhões de pessoas físicas e jurídicas. Sendo desse montante da primeira fase proveniente de:

  • contas-correntes ou poupança encerradas com saldo disponível;
  • tarifas e parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente, desde que a devolução esteja prevista em Termo de Compromisso assinado pelo banco com o Banco Central;
  • cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários e participantes de cooperativas de crédito; e recursos não procurados relativos a grupos de consórcio encerrados.

Já os R$ 4,1 bilhões restantes serão disponibilizados ao longo do ano e são resultantes de:

  • tarifas e parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente, previstas ou não em Termo de Compromisso com o BC;
  • contas de pagamento pré-paga e pós-paga encerradas com saldo disponível;
  • contas de registro mantidas por corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliários encerradas com saldo disponível; e
  • outras situações que impliquem em valores a devolver reconhecidas pelas instituições.

Comentários estão fechados.