Beneficiários pedem a volta do Auxílio Emergencial de R$ 600

População brasileira, saíram em protestos frente aos atuais valores pagos pelo Auxílio Emergencial 2021.

No decorrer do ano anterior, o Governo Federal chegou a conceder o Auxílio Emergencial no valor de R$ 600. No entanto, em 2021 as parcelas do benefício foram distribuídas em quantias relevantemente menores. 

Atualmente, o Auxílio Emergencial concede cotas que variam de R$ 150 a R$ 375 conforme a composição familiar dos beneficiários. Isto é feito da seguinte maneira: 

  • Cota de R$ 150: concedida para famílias compostas por apenas um integrante;
  • Cota de R$ 250: paga a famílias compostas por duas pessoas ou mais;
  • Cota de R$ 375: destinada às mães chefes de família. 

Vale ressaltar que conforme o próprio Ministério da Economia, a maior parte do montante de 35,6 milhões de beneficiários do auxílio, recebe a cota mínima de R$ 150 por mês. 

Diante disso, um grupo que seria ligado ao MST (Movimento Sem Terra), se dirigiu ao endereço físico do Ministério da Economia para cobrar a volta do Auxílio Emergencial de R$ 600. Os manifestantes em uma ação simbólica referente ao caso de uso de verbas em paraísos fiscais, jogaram dinheiro falso em direção a sede do órgão. 

Ademais, uma parcela dos manifestantes picharam frases destinada ao Ministro da Economia, Paulo Guedes que segundo eles estava se beneficiando da alta do dólar. Na sacada do prédio, foram colocadas frases como “Guedes no paraíso e o povo no inferno”. Guedes lucra com a fome” 

“O Brasil tem hoje cerca de 20 milhões de pessoas que passam fome. São mais de 14 milhões de brasileiros e brasileiras sem emprego. Uma realidade dura que atormenta as famílias diariamente, enquanto o ministro da economia lucra milhões de dólares com investimentos em paraísos fiscais no exterior” diz Jailma lopes,  integrante da coordenação nacional do MST pela juventude. 

Últimos pagamentos do Auxílio Emergencial 

Ainda há um debate em voga no Governo Federal a respeito de uma nova prorrogação do Auxílio Emergencial até abril do próximo ano. Contudo, até então, o benefício irá se encerrar ao final deste mês de outubro. 

Sendo assim, confira as datas de pagamento da 7.ª e última parcela do Auxílio Emergencial 2021. 

Mês de aniversárioData do depósito Data para liberação do saque 
janeiro20 de outubro1.º de novembro
fevereiro21 de outubro3 de novembro
março22 de outubro4 de novembro
abril23 de outubro5 de novembro
maio23 de outubro9 de novembro
junho26 de outubro10 de novembro
julho27 de outubro11 de novembro
agosto28 de outubro12 de novembro
setembro29 de outubro16 de novembro
outubro30 de outubro17 de novembro
novembro30 de outubro18 de novembro

Comentários estão fechados.