Benefícios da utilização de ferramentas do marketing digital para PMEs

De acordo com levantamento da EY-Parthenon, realizado com 300 PMEs (pequenas e médias empresas) brasileiras, 58% delas esperam utilizar mais canais de vendas online e 66% planejam expandir o marketing digital após o fim da pandemia.

Entre as ferramentas que podem ser utilizadas nas estratégias de marketing, existem algumas essenciais para se obter sucesso, casos do Social Analytics e do Business Intelligence.

Para auxiliar as PMEs que ainda não utilizam o marketing digital no seu plano de negócios, Luiz Fernando da Silva, CMO da Desbrava Data, destacou as principais aplicações e benefícios dessas ferramentas para as pequenas e médias empresas brasileiras.

Aplicações do Social Analytics no Marketing Digital

As estratégias de Marketing Digital se tornam ainda mais eficazes quando combinam  dados e métricas providos de ferramentas de Social Analytics. 

Estas plataformas têm o poder de oferecer aos profissionais do marketing a possibilidade de criar estratégias mais assertivas para promover a marca e gerar engajamento,  também acompanhar o desempenho de conteúdos de marketing e branding nas redes sociais.

E muito além de monitorar quais os gostos e interesses do seu público-alvo, o Social Analytics também oferece a oportunidade de mapear como está o desempenho dos concorrentes, auxiliando as empresas a se planejar e agir em diferentes cenários, permitindo que as empresas se destaquem no campo disputado das redes sociais.

“O Social Analytics pode ser aplicado até mesmo na jornada do consumidor, que teve sua digitalização acelerada em função da pandemia. Através da análise combinada de KPIs das redes sociais, incluindo conteúdo orgânico e anúncios, dos números de conversão de leads e vendas é possível monitorar se sua estratégia de marketing está surtindo efeito ou se em algum momento deve-se trocar as artes ou até mesmo os  gatilhos utilizado nas copys”, ressalta Silva.

Ou seja, aplicar o Social Analytics nas estratégias de Marketing Digital é uma forma de ter maior controle tanto do resultado esperado, quanto em mensurar os resultados da estratégia com base no que foi investido.

É uma ferramenta fundamental para ter mais acuracidade no cálculo do ROI, para entender o quanto foi investido e marketing frente à conversão em vendas. 

Utilizando o Business Intelligence nos negócios

As diversas plataformas e fontes de dados integradas através de business intelligence (BI) fornecem uma grande quantidade de dados para orientar até mesmo as tomadas de decisão mais sutis.

Para muitos cenários, existem dados que podem mostrar o que já tem sido feito e analisar o impacto de ações futuras.

Contudo, existe uma grande diferença entre entender a importância dos dados, contextualizá-los e traduzi-los de forma que os tomadores de decisão percebam a relevância dos insights obtidos para a empresa. 

“É necessário ter experiência para traduzir os dados e tomar as decisões corretas. Se deixado por conta própria, por exemplo, um vendedor naturalmente não está muito apto a fazer essas análises e colocá-las em prática ao mesmo tempo. As análises informadas pelos profissionais de BI podem ser decisivas para as equipes de vendas entenderem melhor os clientes em potencial e fidelizar os já frequentes”, destaca Silva.

Os donos de PMEs ainda devem confiar em seu instinto se acreditam que estão certos.

Mas comparar essa intuição com a riqueza de informações proporcionada pelas diferentes fontes de dados é uma boa maneira de descobrir o poder das decisões baseadas em análise de dados do próprio negócio e do mercado em que atua.

Comentários estão fechados.