Bilionário e parlamentar francês, Olivier Dassault, morre em acidente de helicóptero

O parlamentar francês e bilionário, Olivier Dassault, morreu em um acidente de helicóptero no noroeste da França.

0

O acidente ocorreu na noite de domingo na Normandia, onde ele tinha uma casa de férias, segundo fontes policiais.

Em sua homenagem, o presidente Emmanuel Macron disse que Dassault, 69, amava a França e que sua morte seria “uma grande perda”.

Dassault era filho do industrial Serge Dassault, cujo grupo constrói aviões de guerra Rafale e é dono do jornal Le Figaro.

Ele foi eleito para a Assembleia Nacional, a câmara baixa do parlamento da França, em 2002 e representou a área de Oise no norte da França.

O parlamentar, dos republicanos de centro-direita, foi considerado o 361º homem mais rico do mundo, avaliado em €6,3 bilhões (US $7,3 bilhões; £ 5,2 bilhões), de acordo com a Forbes.

“Olivier Dassault amava a França. Capitão da indústria, legislador, autoridade local eleita e comandante da reserva na Força Aérea: durante sua vida, ele nunca deixou de servir ao nosso país, de valorizar seus bens. Sua morte repentina é uma grande perda”, disse Macron no Twitter.

O helicóptero que transportava Dassault caiu perto de Deauville por volta das 18h, disseram fontes à agência de notícias AFP.

O piloto também foi morto, acrescentaram as fontes. Ninguém mais estava a bordo.

Investigadores junto com a autoridade francesa de aviação civil disseram em um tweet que o helicóptero, um AS350 Écureuil, caiu “na decolagem” de um terreno privado.

Olivier Dassault era pai de três crianças.

Richard Ferrand, presidente da Assembleia Nacional, disse: “Estou pensando em sua família e em seus entes queridos que devem sentir uma dor terrível”.

Valerie Pecresse, uma política conservadora, tuitou: “Grande tristeza com a notícia do falecimento repentino de Olivier Dassault. Homem de negócios, mas também um fotógrafo renomado, tinha a paixão pela política no sangue”.

O avô de Dassault, Marcel Dassault, fundou a Dassault Aviation, que fabricava hélices para aeronaves na Primeira Guerra Mundial.

Com a morte de Marcel em 1986, Serge Dassault nomeou Olivier como diretor de estratégia de aeronaves civis da empresa.

Em 2011, foi nomeado presidente do conselho fiscal do Groupe Dassault.

Mais tarde, Dassault deixou seu cargo no conselho para evitar qualquer conflito de interesses em sua carreira política.

Conteúdo traduzido da fonte BBC News por Wesley Carrijo para o Jornal Contábil