Bitcoin cai 12% após Elon Musk dizer que a Tesla não o aceitará como forma de pagamento

0

O preço do bitcoin despencou depois que o CEO da Tesla, Elon Musk, disse que sua empresa estava suspendendo os planos de aceitar a criptomoeda como pagamento por veículos elétricos.

O Bitcoin caiu 12% a partir das 6h50 na quinta-feira, 12, trazendo o preço da moeda para cerca de US $49.300, de acordo com o site de notícias de criptomoeda Coindesk.

Outras moedas digitais seguiram a queda do Bitcoin, com o Ethereum perdendo 14% e o Dogecoin caindo quase 20%.

Musk citou o alto custo ambiental do Bitcoin como razão para a mudança, após meses sendo otimista com relação a ele.

“Estamos preocupados com o rápido aumento do uso de combustíveis fósseis para mineração e transações de Bitcoin, especialmente carvão, que tem as piores emissões de qualquer combustível”, disse Musk em uma nota postada no Twitter na quarta-feira, 11.

“A criptomoeda é uma boa ideia em vários níveis e acreditamos que tem um futuro promissor, mas isso não pode ter um grande custo para o meio ambiente”.

A Tesla não respondeu imediatamente às perguntas sobre a mudança, incluindo quantos veículos foram comprados com Bitcoin e se Musk desconhecia anteriormente seu impacto ambiental.

O custo ambiental da mineração, ou criação de moedas digitais tem sido bem registrado há anos, com o debate em torno delas reacendendo nos últimos meses, à medida que os tokens baseados em criptomoedas conhecidos como NFTs (token não fungível) se tornaram bastante populares.

A Tesla (TSLA) e Elon Musk pareceram bastante otimistas com o Bitcoin por pelo menos alguns meses, com a empresa divulgando em fevereiro que havia investido US $1,5 bilhão em Bitcoin e cogitando a capacidade de comprarem seus carros usando a criptomoeda.

Musk tuitou no final de março que as pessoas “agora podem comprar um Tesla com Bitcoin”.

Musk, que no passado expressou ceticismo em relação às criptomoedas, disse em uma entrevista na rede social Clubhouse no início deste ano que acha que o Bitcoin está prestes a “obter ampla aceitação pelo pessoal financeiro convencional”.

Ele disse que deveria ter comprado a moeda digital há oito anos.

Na quarta-feira, Musk disse que a Tesla ainda planeja usar bitcoin depois que a moeda encontrar fontes de energia mais limpas.

“A Tesla não venderá nenhum Bitcoin e pretendemos usá-lo para transações assim que a mineração fizer a transição para uma energia mais sustentável”, disse ele.

“Também estamos analisando outras criptomoedas que usam menos de 1% da energia / transação do Bitcoin.”

Bitcoin não é a única criptomoeda que Musk divulgou nas últimas semanas.

Ele também repetidamente exaltou o Dogecoin, a moeda com tema canino, tweetando sobre ela para seus 54 milhões de seguidores e até mesmo fazendo com que seu preço despencasse quando ele interpretou um personagem no “Saturday Night Live” que chamou a moeda de “fraude”.

O último tweet de Musk antes de sua reviravolta com o Bitcoin na quarta-feira,13, foi uma enquete perguntando aos seguidores se eles queriam que “a Tesla aceitasse o Dogecoin”.

Conteúdo traduzido da fonte CNN Business por Wesley Carrijo para o Jornal Contábil