Através do Cartão BNDES MEI qualquer empresário qualificado na condição de MEI (Microempreendedor Individual) tem acesso a linhas de crédito especiais com juros bem atrativos. Obviamente, para conseguir um desses cartões é necessário seguir algumas regras e deixar o negócio devidamente organizado.

Sendo assim, neste post resolvemos apresentar o procedimento padrão para conseguir um Cartão BNDES MEI e, claro, apresentaremos diversas dicas sobre como organizar o seu negócio para facilitar a aprovação dos créditos. Portanto, se você é um Microempreendedor Individual e está procurando por uma forma de obter capital para investimentos ou para “fazer girar”, não deixe de conferir essas super dicas. Vamos começar?

O que é o Cartão BNDES MEI e como ele funciona?

Se você é um MEI, já deve ter passado por uma situação em que precisou de uma ajudinha financeira. Se não precisou, saiba que você tem sorte ou está gerenciando seu negócio de forma excelente. Afinal, uma infinidades de MEIs continuam à procura de alguma ajuda financeira para levar seus projetos a diante. E claro, nem sempre isso é fácil.

Assim, pensando em ajudar os Microempreendedores Individuais, as Micro e Pequenas Empresas e as Empresas de Pequeno e Médio portes, o BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) criou o Cartão BNDES, que é uma forma de facilitar o acesso desses empresários a linhas de crédito especiais.

Com o cartão, os empresários poderão adquirir o capital de giro necessário para suas operações, financiar a compra de veículos, equipamentos, softwares e outros bens necessários para que a empresa possa evoluir de forma eficiente.

Contudo, nem todos os empresários poderão fazer uso do cartão ou de todas as suas funcionalidades, já que apenas as empresas que faturam (faturamento bruto) até R$ 300 milhões por ano e tenham sede no Brasil podem requerer o cartão. Além disso, com o Cartão BNDES MEI, é possível realizar empréstimos com taxas de juros bem mais baixas do que as da maioria das instituições financeiras.

Quais são as regras para conseguir o Cartão BNDES MEI?

Como não poderia deixar de ser, para adquirir o Cartão BNDES MEI será necessário realizar todas as etapas de um procedimento que não chega a ser complicado, se a empresa estiver devidamente regularizada e organizada. Desse modo, para começar, vamos à lista dos documentos necessários:

  • Certidão Conjunta de Débitos Relativos a Tributos Federais;
  • Certidão de Dívida Ativa da União ou Certidão Conjunta Positiva, com Efeitos de Negativa de Débitos relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União;
  • Certidão Negativa de Débito (Previdência), expedida pela Secretaria da Receita Federal – CND;
  • Certificado de Regularidade do FGTS;
  • Declaração que comprove que a situação do negócio está devidamente regularizada em relação aos órgãos públicos e à legislação.

Conforme pôde perceber, o número de documentos não chega a ser algo muito assustador, especialmente quando consideramos todos os benefícios do cartão BNDES MEI. Isto é, por esses e outros motivos, é que a Doria Contabilidade vem falando sempre sobre a necessidade de manter o seu negócio regularizado e organizado. Afinal, a organização evita problemas e favorece o acesso a benefícios especiais.

Aliás, já que falamos sobre os problemas que podem prejudicar o MEI, não deixe de se inscrever na super aula que preparamos para ajudar os Microempreendedores Individuais a superar os desafios. Será uma aula totalmente online e gratuita. Não perca, inscreva-se agora!

Como solicitar o Cartão BNDES MEI?

Agora que já conhecemos os requisitos necessários, podemos dar entrada no processo de solicitação do Cartão BNDES MEI. Felizmente, o processo é bastante simples e, estando o negócio devidamente organizado, as coisas podem acontecer de forma bastante rápida. Confira:

  • Vá até o site do oficial do Cartão BNDES;
  • Na página inicial, clique na opção “Solicite o Seu Cartão BNDES”;
  • Rapidamente, um formulário irá surgir. Insira os seguintes dados:
    • CNPJ;
    • CNAE Fiscal (Consulte o seu cartão de CNPJ);
    • Selecione o banco emissor e a bandeira do seu cartão;
  • Clique em “Avançar”;
  • Na seção seguinte, será necessário preencher outro formulário, apresentando seus dados pessoais, dados bancários e os dados da sua empresa.
  • Clique em “Avançar” mais uma vez e a tela de confirmação irá aparecer. Depois disso, bastará levar os documentos até o banco emissor que você selecionou.

Enfim, trata-se de um procedimento que pode ser iniciado de forma totalmente online. Por fim, o banco irá realizar as devidas análises de crédito e irá aprovar ou não a sua solicitação. Cabe lembrar que, de acordo com as informações da página de cadastro, será necessário ter uma conta corrente aberta no banco emissor que foi selecionado.

Vamos aproveitar os benefícios do seu Cartão BNDES MEI?

Neste post, apresentamos todo o procedimento que deve ser seguido para que um MEI possa solicitar e adquirir o seu Cartão BNDES MEI. Assim sendo, o ideal é que o seu negócio esteja devidamente regularizado e muito bem organizado para que você possa obter a aprovação e, claro, quitar essa dívida. Mesmo com os juros baixos, a organização financeira do negócio permitirá que esse “salto” seja dado de uma forma sustentável e bem estruturada.

Por fim, desejamos que você consiga organizar a sua empresa para poder conseguir o seu Cartão BNDES MEI sem grandes dificuldades.



DICA EXTRA: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio

Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta. E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!



Conteúdo original Dória Contabilidade