Bolsa Família: confira as datas de pagamentos no mês de julho

0

Neste mês, as famílias que participam do programa Bolsa Família receberão o benefício a partir do dia 19. Como de costume, o pagamento será feito de acordo com o dígito final do Número de Identificação Social (NIS).

Desta forma, é necessário ficar atento às datas em que o dinheiro será creditado e estará disponível para saques, transferências e outras movimentações financeiras. 

Também é importante ressaltar que as datas do calendário que vamos te mostrar neste artigo, também valem para o pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial aos beneficiários do Bolsa Família.

Então, para saber quando serão feitos os pagamentos neste mês, continue conosco e veja quando você poderá receber seu benefício.

Datas de pagamento 

Para o mês de julho, a Caixa Econômica Federal irá liberar o Bolsa Família nas seguintes datas: 

  • Final do NIS 1: 19 de julho;
  • Final do NIS 2: 20 de julho; 
  • Final do NIS 3: 21 de julho; 
  • Final do NIS 4: 22 de julho; 
  • Final do NIS 5: 23 de julho; 
  • Final do NIS 6: 26 de julho; 
  • Final do NIS 7: 27 de julho; 
  • Final do NIS 8: 28 de julho;
  • Final do NIS 9: 29 de julho;
  • Final do NIS 0: 30 de julho; 
Foto: Rafael Zart/ASCOM/MDSA
Agência Brasil Foto: Rafael Zart/ASCOM/MDSA

Assim que for depositado, o benefício pode ser recebido através do cartão Bolsa Família, do Cartão do Cidadão ou através do Caixa Tem.

Vale lembrar que através do aplicativo, também é possível fazer compras e realizar pagamentos de contas de água, luz, telefone, gás e boletos pelo aplicativo ou nas casas lotéricas. 

Bolsa Família e auxílio emergencial 

Uma dúvida bastante comum é com relação a possibilidade de receber os dois benefícios ao mesmo tempo. Desta forma, saiba que as famílias que recebem o Bolsa Família tiveram o pagamento substituído pelo auxílio emergencial.

Mas isso vale apenas para os casos em que essa troca foi mais vantajosa, assim, os beneficiários passam a receber o recurso que possui maior valor, mas não é possível que eles sejam acumulados. 

Depois que o governo federal finalizar o pagamento do auxílio emergencial, o beneficiário volta a receber o Bolsa Família normalmente.

Além disso, também é necessário estar atento ao cumprimento dos requisitos para se manter apto à receber o auxílio emergencial, caso contrário essa ajuda financeira também pode ser suspensa.

Inscrição no Bolsa Família  

Se você quer saber como ser beneficiado através do programa Bolsa Família, saiba que o cadastro é feito na prefeitura de seu município ou nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras).

Mas, para isso, é necessário atender aos requisitos do programa. Dentre eles, estão:

  • ter renda por pessoa de até R$ 89,00 mensais; 
  • ter renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos;
  • Cadastro Único (CadÚnico);

O responsável pela família deve procurar o setor responsável e apresentar seus documentos pessoais, assim como dos demais membros da família.

Leve ainda comprovantes de renda e de residência. Depois do cadastro, a família passará por uma análise para verificar se cumpre os requisitos de participação no programa. 

Por Samara Arruda