Bolsa Família deve ser ampliado para mais pessoas em 2021

0

Muito tem sido especulado sobre o Renda Cidadã para o ano de 2021, isso se deve porque o presidente Jair Bolsonaro já disse que não possui interesse de prorrogar o auxílio emergencial que hoje paga R$ 300 para o ano que vem.

Segundo informações o presidente vem desistindo dá ideia de também criar o Renda Cidadã este ano, devido ao tempo que está cada vez mais curto e muitas indefinições.

Ampliação do Bolsa Família

Devido ao cenário atual e a desistência da criação do Renda Cidadã ainda em 2020, o governo estuda a possibilidade de manter o Bolsa Família e ampliar o programa social para mais pessoas nas regras.

De acordo com estimativas do governo, será necessário que pelo menos três milhões de famílias brasileiras precisaram receber assistência social a partir de janeiro de 2021, mesmo após o fim do auxílio emergencial.

O auxílio emergencial atende cerca de 67 milhões no país e a ampliação do Bolsa Família pode ser a saída para amparar parte dessas pessoas que vão depender de ajuda do governo.

bolsa familia

Como funciona o Bolsa Família?

O Programa do Bolsa Família, criado pela Lei n° 10.836/04, é um programa de transferência direta de renda que beneficia famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o País. Foi utilizado um limite de renda para definir essas duas situações. Assim, podem fazer parte do Programa:

– Todas as famílias com renda por pessoa de até R$ 89,00 mensais (famílias em situação de extrema pobreza);

– Famílias com renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos (famílias em situação de pobreza com crianças e adolescentes).