Bolsa Família deverá ter 2 milhões de novos inscritos em 2021

0

Existe uma expectativa que o Bolsa Família terá um aumento de beneficiários em sua lista, a partir de 2021, é esperado algo em torno de mais de 2 milhões de pessoas inscritas no programa, de acordo com o secretário de Orçamento Federal do Ministério da Economia, George Soares.

Isso indica que em 2021 (13,2 milhões de famílias receberão o benefício), o que poderá elevar o número de beneficiados no programa para 15,2 milhões no ano que vem.

O governo vem gastando R$ 29,4 milhões com o Bolsa Família, mas, acontecendo o aumento de número de famílias esse valor irá aumentar para R$ 34,8 bilhões (18,4% em relação ao que está destinado para ser pago em 2020).

Segundo o secretário o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) não prevê gastos com o Programa Renda Brasil, que deverá substituir o Bolsa Família, criado pelo governo do PT.

Entretanto, Waldery Rodrigues, secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, afirmou, esse aumento no gasto com o Bolsa Família pode contribuir para a criação do novo programa social, o Renda Brasil.

O Renda Brasil será a união dos programas: Bolsa Família, abono salarial, seguro-defeso e salário família. Com isso irá dividir o novo programa em quatro subprogramas. São elas: A Primeira Infância, O Renda Cidadã, O Incentivo ao Mérito e A Emancipação Cidadã.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil