Bolsa Família poderá ter novo valor em 2021

0

O Bolsa Família nunca esteve tanto nas páginas de jornais e sites como ultimamente, principalmente por causa do auxílio emergencial e pela possível liberação do 13° salário, que acabou não saindo.

Na terça-feira, 15 de dezembro, o presidente Jair Bolsonaro declarou que não há chances de renovar as parcelas do auxílio emergencial para o ano que vem. Ele também confirmou que não existe a possibilidade de criação de um novo programa de assistência social.

Designed by @rafapress / shutterstock

Sendo assim, o governo volta todas as atenções para o Bolsa Família, buscando estratégias para conseguir aumentar o valor do benefício, e ter um maior número de famílias sendo atendidas.

Valor do Bolsa Família para 2021

Parlamentares vem reivindicando a prorrogação do auxílio emergencial, sendo que a equipe econômica já disse que isso não irá acontecer. O que poderá levar um grande número de famílias ficarem sem qualquer tipo de renda em 2021.

O governo para minimizar os impactos causados pela pandemia deseja aumentar o valor pago pelo Bolsa Família.

Está para ser divulgado o projeto que mudará as regras do Bolsa Família. De acordo com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, a ideia é que ao menos 20 milhões de brasileiros possam ser contemplados com as novas alterações do Bolsa Família.

O ministro ainda afirmou que haverá um aumento no valor do tíquete médio pago aos beneficiários do Bolsa Família, porém não detalhou como isso será feito, apenas classificou a mudança como “revolucionária”.

“o programa [novo Bolsa Família] já está pronto, foi todo trabalhado, já foi apresentado ao presidente, só falta o ok, e isso não tem a ver com a grana, até porque temos previsto para o ano que vem 34,8 bilhões de reais”, concluiu o ministro.

Veja outros benefícios propostos para o Bolsa Família:

  • Auxílio-creche mensal de R$ 52 por criança;
  • Prêmio anual de R$ 200 para os alunos com os melhores desempenhos;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000, para estudantes que se destacaram em ciência e tecnologia;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000, para alunos que obtiverem os melhores desempenhos em atividades desportivas;
  • Auxílio-creche no valor de R$ 200 para as mães inscritas no Bolsa Família.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil