Bolsa Família: Saiba qual o primeiro grupo que tem direito ao benefício

0

A Caixa Econômica Federal está se organizando para efetuar os pagamentos do Bolsa Família em 2021.

Desta forma, foi estabelecido um novo calendário e, como de costume, segue o dígito final do NIS (Número de Identificação Social).

Por isso, os beneficiários devem estar atentos, pois, os pagamentos terão início na segunda-feira, 18.

Para saber quando você irá receber, continue acompanhando este artigo, pois reunimos as principais informações sobre o Bolsa Família em 2021

Calendário 

Neste mês o recurso será depositado na conta dos cidadãos até o dia 29.

Vale ressaltar que cada grupo recebe por dia e não são efetuados pagamentos aos sábados e domingos.

Para saber quando você poderá fazer o saque do benefício, veja as datas do pagamento: 

Recebem dia 18 de janeiro: NIS 1;

Recebem dia 19 de janeiro: NIS 2;

Recebem dia 20 de janeiro: NIS 3; 

Recebem dia 21 de janeiro: NIS 4; 

Recebem dia 22 de janeiro: NIS 5;

Recebem dia 25 de janeiro: NIS 6;  

Recebem dia 26 de janeiro: NIS 7; 

Recebem dia 27 de janeiro: NIS 8;

Recebem dia 28 de janeiro: NIS 9;

Recebem dia 29 de janeiro: NIS 0.

Formas de recebimento

Os pagamentos do auxílio continuam sendo realizados por meio do Cartão do Bolsa Família ou mesmo o Cartão Cidadão.

Foto: Rafael Zart/ASCOM/MDSA
Beneficiários sacando o Bolsa Família na agência da Caixa Econômica, em Sobradinho. Brasília/DF 30/05/2017. Foto: Rafael Zart/ASCOM/MDSA

Mas saiba que já está valendo uma nova opção de recebimento do benefício: a poupança social digital.

Neste mês os beneficiários inscritos com NIS de finais 6, 7 e 8 poderão utilizar a nova ferramenta que é a mesma que foi utilizada para as movimentações do auxílio emergencial durante 2020.

No próximo mês, Caixa abrirá contas poupança digitais para os beneficiários de NIS com finais 3, 4 e 5.

Em março, será a vez dos inscritos com NIS de finais 1 e 2 e os Grupos Populacionais Tradicionais Específicos (GPTE). 

Nessa categoria estão indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua.

Além do saque, permite ainda o pagamento de contas, como água, luz e gás.

Além disso, também é possível que os beneficiários realizem compras com cartão de débito virtual pela internet e com código QR em lojas físicas com maquininhas de estabelecimentos parceiros. 

Programa

A gestão de benefícios, atualização cadastral e inscrição das famílias no programa Bolsa Família foram retomados em meados de dezembro, para garantir a folha de pagamento referente ao mês de janeiro de 2021.

Dentre as novidades para esse ano está o novo prazo limite de saque do recurso, que passará a ser de 270 dias para que os segurados possam retirar os benefícios, sem que haja a suspensão de suas contas. 

Também vem sendo estudada a implementação de novos benefícios dentro do programa, com o objetivo de oferecer auxílios extras aos beneficiários.

Vale ressaltar que, através do programa mensalmente as famílias beneficiárias recebem uma quantia em dinheiro e acompanhamento e, por isso, a principal regra de participação é a renda mensal por pessoa: 

  • Até R$ 89,00 (situação de extrema pobreza) 
  • R$ 89,01 até R$ 178,00 (situação de pobreza), considerada quando a família tiver crianças ou adolescentes.

Então, se você estiver em uma das situações acima, pode receber o Bolsa Família mesmo que você esteja trabalhando com carteira assinada, ou se tiver alguma outra renda, ou até se for estrangeiro (a).

Por Samara Arruda