Bolsa família: Se eu fizer o registro MEI, perco este benefício?

0
Designed by @rafapress / shutterstock
Designed by @rafapress / shutterstock

Se você é beneficiário do Bolsa Família e se cadastrar como MEI, você perde o direito de receber o benefício? Na matéria de hoje vamos esclarecer esta dúvida, atualmente temos aproximadamente mais de 8 milhões de brasileiros que se formalizou como MEI, os dados para os beneficiários do Bolsa Família eram até então, aproximadamente 521 mil.

Continue conosco e fique por dentro do assunto. 

Já adiantamos que ser registrado como MEI pode sim excluir  a família do programa Bolsa Família, porém isso vai depender dos requisitos do benefício, lembrando que o principal requisito exigido é a renda familiar. 

Bolsa Família 

Este benefício ampara vários grupos familiares que têm uma renda mensal de R $178 por pessoa.

O que vai definir o tipo de benefício é a condição socioeconômica da família.

Se o valor da renda for superior ao que pede o requisito, a família pode sim perder o benefício, porém o corte não é feito de forma automática, isto vai ocorrer no ano da atualização cadastral. 

Quais são os requisitos para obter o Bolsa Família? 

  • Renda mensal de até R$ 85 por pessoa;
  • Renda mensal entre R$ 85,01 e R$ 178 por pessoa, com gestantes, nutrizes (mulheres que amamentam), crianças e adolescentes até 16 anos;
  • Renda mensal de zero a R $178 por pessoa, e com adolescentes entre 16 e 17 anos.
  • Inclusão da família (feita pela prefeitura) no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal;
  • Seleção pelo Ministério do Desenvolvimento Social;
  • Gestantes na família, comparecimento às consultas de pré-natal, conforme calendário do Ministério da Saúde;
  • No caso de nutrizes (mães que amamentam), participação em atividades educativas ofertadas pelo Ministério da Saúde sobre aleitamento materno e alimentação saudável;
  • Manter em dia o cartão de vacinação das crianças de 0 a 7 anos;
  • Acompanhamento da saúde de mulheres na faixa de 14 a 44 anos;
  • Garantir frequência mínima de 85% na escola, para crianças e adolescentes de 6 a 15 anos, e de 75%, para adolescentes de 16 e 17 anos.
Designed by Flamingo Images / shutterstock
Designed by Flamingo Images / shutterstock

Formalização MEI 

Quando uma pessoa se formaliza como MEI, logo ela tem o objetivo de aumentar a renda da família, conseguindo estabilidade financeira e assim o Bolsa Família não seja mais uma necessidade para esses grupos. 

Até porque com a atividade formalizada, o empreendedor consegue: 

  • Emitir notas fiscais,
  • Abrir uma conta pessoa jurídica,
  • Obter empréstimos,
  • Acessar crédito bancário,
  • Vender para outras empresas e órgãos públicos,
  • Ter acesso ao alvará de funcionamento,
  • Além de ter acesso a outros benefícios, como aposentadoria, salário-maternidade e auxílio doença.

Renda familiar do MEI 

Como já abordamos acima quando a pessoa se formalizar como MEI a tendência é que a renda mensal aumente, supondo que a renda do MEI ultrapasse os R $ 178 por pessoa, nesta situação o benefício pode ser cancelado, mas já adiantamos que o corte do benefício não é de imediato. 

Mudanças MEI 

Quando uma pessoa se formaliza como MEI, ela precisa estar atenta às regras, a nova lista de atividades que os MEIs podem exercer, sobre as alterações nas nomenclaturas, o MEI deve estar atento na especificação do seu negócio.

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Por Laís Oliveira