Bolsa Família vai receber a 2ª parcela do Auxílio Emergencial a partir de 18 de maio

0

Bolsa Família terminou de receber a primeira parcela do auxílio emergencial na sexta-feira, 30 de abril. Os depósitos para este grupo tiveram início no dia 16 de abril.

Agora, os beneficiários do programa se preparam para receber a segunda parcela do auxílio que terá início no dia 18 de maio.

Terminou neste sábado (1°) o prazo para os integrantes do Bolsa Família que tiveram o auxílio emergencial de 2021 negado em abril contestar o resultado. O prazo começou em 16 de abril. A contestação poderia ser feita pelo próprio sistema de consulta do Ministério da Cidadania, no site consultaauxilio.cidadania.gov.br.

O Bolsa Família vai receber o auxílio emergencial nos meses de abril, maio, junho e julho. Terminando este período, os beneficiários do programa voltarão a ser contemplados pela quantia original.

Novo Bolsa Família 2021

Foto: Rafael Zart/ASCOM/MDSA
Agência Brasil Foto: Rafael Zart/ASCOM/MDSA

O Governo Federal está prometendo realizar mudanças no Bolsa Família 2021, uma delas diz respeito ao valor, que deverá mudar para R$ 250.

O desejo do governo é unificar outros três benefícios ao Bolsa Família, além de elevar o valor ofertado há anos. Os critérios que dão direito ao programa de transferência de renda continuam os mesmos. A previsão é para que o novo Bolsa Família seja retomado em agosto deste ano.

Calendário do Bolsa Família – Auxílio Emergencial

Dígito final do NISParcela 1Parcela 2Parcela 3Parcela 4
NIS final 116 de abril18 de maio17 de junho19 de julho
NIS final 219 de abril19 de maio17 de junho19 de julho
NIS final 320 de abril20 de maio21 de junho21 de julho
NIS final 422 de abril21 de maio22 de junho22 de julho
NIS final 523 de abril24 de maio23 de junho23 de julho
NIS final 626 de abril25 de maio24 de junho26 de julho
NIS final 727 de abril26 de maio25 de junho27 de julho
NIS final 828 de abril27 de maio28 de junho28 de julho
NIS final 929 de abril28 de maio29 de junho29 de julho
NIS final 030 de abril31 de maio30 de junho30 de julho

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil