Brasileiros já efetuaram o pagamento de R$2 trilhões em impostos

A população já pagou cerca de R$2 trilhões em impostos, a contar do dia 1º de janeiro de 2021. O número foi obtido através do “impostômetro”, utilizado pela Associação Comercial de São Paulo.

A Associação Comercial de São Paulo (ACSP) possui um painel conhecido como “impostômetro”, graças a ele é possível obter a quantia acumulada das tributações arrecadadas, sejam elas estaduais, municipais ou federais. 

Anteriormente, à marca de R$ 2 trilhões em tributos só foi obtida em 22 de dezembro de 2020, este ano a marca se deu adiantadamente. 

Segundo o economista Ulisses Ruiz da ACPS, a retomada econômica desencadeou a alta da arrecadação tributária. A diminuição das restrições determinadas devido à pandemia de Covid-19 e o aumento sucessivo do índice inflacionário também impactam esse aumento da arrecadação. 

R$2 trilhões em impostos pagos antes do fim do ano

Segundo o painel da ACPS os cidadãos brasileiros já realizaram o pagamento de R$2 trilhões referentes a tributos e impostos. No ano passado essa marca só foi conquistada no fim do mês de dezembro, mais especificamente no dia 22. 

O índice inflacionário tem contribuindo para que o número aumente, a alta de preços de combustíveis e alimentos elevam o número obtido pelo painel em virtude das alíquotas que recaem sobre estas mercadorias e produtos. 

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) já chegou a 1,16% durante o mês de setembro. O cálculo do índice é realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O número é o maior obtido desde setembro de 1994, no decorrer de 12 meses o índice chegou a 10,25%. 

Quem quiser observar o registro ao vivo deve se dirigir a sede da Associação Comercial em São Paulo, o painel é fixo no centro da cidade, na Rua Boa Vista. 

Além disso, é possível conferir o registro de impostos do painel pela internet, para obter os dados é importante acessar o site “impostometro.com.br”. 

Índice inflacionário é o maior registrado desde a implantação do Plano Real

No mês de agosto já havia sido divulgada uma alta de 0,87% do IPCA, contudo, foi no mês de setembro que o Índice chegou a 1,16% o maior registrado desde a criação do Plano Real de 1994. O crescente índice inflacionário tem prejudicado centenas de milhares de brasileiros. 

O resultado obtido no decorrer de doze meses chegou a 10,25%. Foi a maior taxa obtida desde fevereiro do ano de 2016, quando o índice chegou a 10,36%. 

No mês de setembro do ano de 2020 o índice chegou a 0,64%. 

Comentários estão fechados.