CadÚnico: pré-cadastro pode ser feito pela internet. Veja como

Para ter acesso a programas sociais do governo é necessário estar inscrito no Cadastro Único

Uma nova versão do aplicativo CadÚnico foi liberada pelo Ministério da Cidadania no final de março. Agora, o aplicativo permite que o cidadão possa ter acesso a diversos serviços, sendo um deles, a possibilidade de realizar um pré-cadastro online.

O Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) já possui milhões de dados de pessoas registradas. Essas informações são utilizadas para que o governo possa incluir as pessoas em programas sociais.

Como fazer o pré-cadastro?

Antes, para fazer a inscrição você teria que ir pessoalmente a uma unidade do CRAS (Centro de Referência em Assistência Social). Porém, com as mudanças no aplicativo, o primeiro passo pode ser feito sem você sair de casa. Basta estar conectado a uma rede de internet.

O primeiro passo que você deve dar é baixar o aplicativo CadÚnico (disponível para Android ou iOS);

Depois ler com atençaõ na tela e clicar em “Seguinte” para ter acesso ao menu inicial;

Agora, você fará o login na plataforma com o CPF e a senha cadastrados no portal Gov.br. Se você ainda não tem uma conta no site do governo, deverá criar uma;

Depois deve autorizar o uso dos seus dados pelo aplicativo, leia com atenção os termos de uso e selecione a opção “Li e concordo”;

Confirme se você é o responsável familiar;

Depois clique em “Ir para o pré-cadastro” e siga as instruções para preencher os dados.

Agora, o aplicativo CadÚnico vai informar o que você deverá fazer para finalizar a inscrição. Você deverá ir a uma unidade do CRAS para completar e confirmar o cadastro, conforme informou o governo. 

Ter cadastro no CadÚnico é a exigência para ter acesso aos seguintes benefícios:

Auxílio Brasil;

Casa Verde e Amarela;

Programa de Cisternas;

Tarifa Social de Energia Elétrica;

Telefone Popular;

Carta Social;

Programa de Apoio à Conservação Ambiental;

Carteira do Idoso;

Aposentadoria para pessoa em situação de vulnerabilidade;

Isenção de taxas em concursos públicos.

Comentários estão fechados.