Na segunda-feira, 13 de julho, a Caixa Econômica Federal informou que aumentou a linha de empréstimos para o Pronampe. Elevando o potencial de empréstimo para R$ 5,9 bilhões.

Segundo a Caixa Econômica, até agora foram feitos R$ 4,24 bilhões de empréstimos para empresas de pequeno porte.

O Projeto de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) está disponível para empresas com até R$ 4,8 milhões de faturamento anual, considerando a receita bruta de 2019.

A taxa de juros é de 3% (atual taxa da Selic), mais 1,5% sobre o valor concedido. Sendo 36 meses de prazo para o pagamento, incluindo o período de carência que é de até 8 meses.

Com o Pronampe, os pequenos empresários poderão pedir empréstimos de valor correspondente a até 30% da receita bruta que tiveram no ano passado.

Entretanto, empresas que estão em funcionamento com menos de um ano, o limite do empréstimo será de até 50% do seu capital social ou até 30% da média de seu faturamento mensal apurado desde quando inciou suas atividades.

Como contratar

O Pronampe recebe garantia através do Fundo Garantidor de Operações (FGO). Os recursos são vindos do Tesouro e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Para buscar à linha de crédito é necessário acessar o tutorial no site do Sebrae com as condições e orientações sobre como utilizar o crédito.

Após realizar o cadastro e assistir o tutorial, a empresa deve preencher um formulário no site Caixa no endereço www.caixa.gov.br/caixacomsuaempresa e solicitar interesse pelo crédito.