Caixa econômica conclui depósito do resultado do FGTS 2019

Total de R$ 7,5 bilhões foi distribuído a todos os trabalhadores que tinham saldo nas contas do Fundo em 31 de dezembro de 2019

0

A CAIXA concluiu nesta terça-feira (18), com duas semanas de antecedência, o depósito do resultado do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) do ano de 2019, no montante de R$ 7,5 bilhões.

Cerca de 167 milhões de contas do FGTS que tinham saldo em 31 de dezembro de 2019 receberam o crédito, que foi distribuído de forma proporcional ao saldo dessas contas naquela data. Inicialmente, o prazo para conclusão dos créditos era o dia 31/08/2020.

O presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, ressaltou o alto nível de especialização da CAIXA no papel de Agente Operador do FGTS, que contribui para a prestação de um serviço cada vez melhor à sociedade.

“A CAIXA tem investido fortemente em tecnologia e simplicidade no atendimento à população.

Isso nos permitiu fazer a antecipação do crédito dos resultados do FGTS, garantindo o acesso dos cidadãos aos seus direitos de forma mais rápida, o que é extremamente importante, sobretudo neste momento”, comenta o presidente.

A partir de hoje, os valores creditados nas contas do FGTS já podem ser verificados no extrato da conta do Fundo.

Os saques poderão ser feitos pelos trabalhadores nas situações previstas na Lei 8.036/90, como nos casos de demissão sem justa causa, saque aniversário, aposentadoria e outros.

Canais de informação:

Os trabalhadores podem consultar o valor do crédito em seu extrato, disponível no aplicativo FGTS, no site da CAIXA (fgts.caixa.gov.br) e no Internet Banking CAIXA.