Caixa Econômica deve liberar empréstimos em até R $5.000 via aplicativo. Confira

0

O banco divulgou nova linha de crédito, que irá contar com empréstimos em até R$ 5 mil, disponibilizados diretamente pelo app Caixa Tem.

O aplicativo da Caixa Econômica Federal, além de já ser responsável pela movimentação e pagamentos de benefícios governamentais, como o Auxílio Emergencial, agora irá contar com uma nova linha de crédito, na qual oferta empréstimos de até R $5.000. 

Os créditos serão liberados diretamente no aplicativo Caixa Tem, e deverá contar com um orçamento inicial de R $10 milhões, todavia, dependendo da demanda pelos empréstimos, esse valor pode subir para um investimento de até R $25 milhões. 

Os empréstimos já estão liberados?

O Governo Federal juntamente a Caixa está encaminhando para fase final o processo para concessão desses empréstimos. Sendo assim, apesar de já muito se falar a respeito, ainda não é possível solicitá-los.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Ademais, conforme informações divulgadas pela Caixa Econômica, a estratégia para essa nova linha de crédito, já estava em pauta há dois anos. A problemática apontada, é que se tinha a carência de um meio digital para realizar esse processo.

Ainda neste sentido, a partir da criação do Caixa Tem, inicialmente criado para o pagamento do Auxílio Emergencial, tornou-se possível implementar esta opção. Sendo assim, em breve estes empréstimos já estarão disponíveis no aplicativo. 

Como irá funcionar a nova linha de crédito?

Como já foi dito, os empréstimos serão destinados aos trabalhadores, diretamente pelo aplicativo Caixa Tem. Segundo a previsão, os valores irão variar entre R $1.000 e R $5.000, conforme o perfil do solicitante. Isto porque, será realizado uma análise de crédito, de modo a estipular o quanto será liberado ao trabalhador. 

Caso você tenha dúvidas em relação ao funcionamento do aplicativo da Caixa, entenda melhor em: Dúvidas ao utilizar o Caixa Tem? Confira tudo a respeito

Conteúdo por Lucas Machado