Caixa pode distribuir lucro aos trabalhadores novamente do FGTS

0

A Caixa Econômica Federal poderá novamente distribuir lucro aos trabalhadores do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

FGTS

Em 2019, o Ministério da Economia distribuiu aos trabalhadores brasileiros que possuíam contas ativas (empregos atuais) e inativas (empregos antigos) no FGTS, 100% do lucro obtido no ano anterior, 2018. No ano passado houve uma nova distribuição correspondente apenas a 66% do lucro adquirido.

Existe uma expectativa que em 2021, o Conselho do FGTS determine uma nova distribuição. Criado por empresários, trabalhadores e o próprio governo, o Conselho tem até o dia 31 de agosto de 2021 para decidir qual será a porcentagem a ser distribuído.
Havendo a liberação, os trabalhadores registrados no sistema CLT receberão parte dos R$ 8,23 bilhões, que serão depositadas diretamente na conta do Fundo de Garantia de cada um.

A primeira vez que houve a distribuição do lucro do FGTS foi em 2017, repassando os rendimentos de 2016. Atualmente, o FGTS atingiu 5,11% mais 1,93% da distribuição. Em 2018, repassaram aos trabalhadores 50% do lucro referente ao ano anterior (R$ 6,23 bilhões).

Golpe do FGTS

Os golpistas estão fazendo uma série de preparações para “pegar” mais uma vítima. Estão criando imagens falsas de supostos valores e datas de saque, inclusive incluindo comentários, depoimentos de pessoas que teriam supostamente recebido o dinheiro através do sistema. Eles ainda convencem a vítima a compartilhar o link.

Os golpistas prejudicaram mais de 10 mil trabalhadores que foram vítimas deles, segundo um relatório do dfndr lab, laboratório de segurança digital da PSafe.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil