Caixa prevê aumento de 10% das concessões de crédito imobiliário

Instituição é a maior financiadora de compra de imóveis do Brasil

De acordo com o presidente-executivo da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, o banco estatal prevê aumento de 10% das concessões de empréstimos para compra de imóveis em 2022: “vamos crescer 10% e superar 150 bilhões de reais em concessões”, afirmou Guimarães em entrevista à Reuters.

Segundo os últimos dados públicos divulgados pela instituição, a Caixa detinha um estoque de financiamento no setor imobiliário de 542 milhões de reais em setembro do ano passado. Até setembro de 2021, a Caixa concedeu 104 bilhões de reais em crédito imobiliário, registrando um aumento de 27,9% em comparação ao ano anterior. 

As linhas de crédito imobiliário do banco estatal impactam diretamente o mercado imobiliário: “a Caixa Econômica detém a menor taxa de financiamento de imóveis do Brasil. A instituição também lidera o financiamento de moradias populares, com o programa Minha Casa Verde e Amarela (antigo Minha Casa Minha Vida) e realiza os “feirões da casa própria”, que oferecem linhas de financiamento que atendem todas as faixas de renda familiar”, contextualiza Rafael Scodelario, especialista em aquisição de imóveis e CEO da Escodelar Inteligência Imobiliária.

O crédito imobiliário teve forte crescimento entre 2020 e 2021 em decorrência da queda da taxa SELIC à mínima de 2% ao ano. Embora a economia mundial continue em clima de incerteza devido a pandemia do coronavírus, o mercado imobiliário brasileiro conta com boas previsões para o ano de 2022.

Rafael Scodelario tem 32 anos, é corretor de imóveis desde 2010 e empresário no ramo imobiliário desde 2013. 

Comentários estão fechados.