Existem muitos erros que podem acontecer com aplicativos, com o aplicativo Caixa Tem não é diferente e isso ocorre principalmente devido a inúmeros acessos simultâneos ao aplicativo da Caixa. O aplicativo Caixa Tem é o app escolhido para que os brasileiros possam fazer transações bancários de benefícios como o Auxílio Emergencial e o Saque Emergencial do FGTS, onde o pagamento destes benefícios é feita por meio de Poupança Social Digital. Infelizmente devido ao sobrecarregamento, muitas mensagens de erro podem aparecer enquanto os usuários tentam utilizar o aplicativo.

Entretanto o Jornal Contábil listou algumas das principais mensagens de erro no Caixa Tem, e explicamos pra você porquê estes erros aparecem e quais soluções devem ser feitas para que você possa conseguir resolver este problema. Acompanhe!

Sala de espera no Caixa Tem

Como uma maneira de não sobrecarregar o aplicativo, a sala de espera virtual foi uma medida adotada pela Caixa para que mesmo tendo inúmeros acessos o aplicativo possa funcionar para todos. Quando você usa o aplicativo, principalmente em horários de grande pico, a sala de espera é exibida para conseguir monitorar e controlar o número de usuários ativos que estão tentando acessar o app. Na própria página de acesso quando você está na fila de espera é possível verificar o tempo previsto para conseguir utilizar o aplicativo. Mesmo que a fila possa demorar muito tempo, não é um erro, infelizmente você precisará aguardar.

Nenhuma conversa encontrada

A mensagem de erro “Nenhuma conversa encontrada” costuma aparecer quando o aplicativo passa por problemas. A instabilidade no sistema pode ser decorrente de um alto número de acessos simultâneos à plataforma, que não é capaz de sustentar tantos usuários de uma vez; ou, ainda, por problemas provenientes de falhas no desenvolvimento do software.

Quando o aplicativo está inacessível e com problemas a mensagem de erro “Nenhuma conversa encontrada” acaba sendo exibida. Se você tentar acessar durante um período e essa mensagem persistir, o melhor é aguardar para que as falhas do aplicativo sejam corrigidas. Vale lembrar que é extremamente importante que o aplicativo esteja sempre atualizado. Para saber se o seu app está atualizado basta ir na loja da para Android ou iPhone (iOS) procurar pelo aplicativo Caixa Tem e verificar se existe alguma atualização.

Aviso “Aplicativo desativado: favor atualizar seu aplicativo”

Esse erro acontecerá sempre que existir uma nova atualização do aplicativo, onde é necessário atualiza-lo para conseguir opera-lo. A Caixa por diversas vezes foi atualizada para incluir recursos que aumentam o desempenho do aplicativo, seja para aumento da capacidade de usuários simultâneos, quanto para correção de erros e gerar maior estabilidade.

“Serviço de pagamento indisponível no momento”

Essa mensagem de erro é exibida sempre que o usuário tenta efetuar o pagamento de boletos pelo Caixa Tem. Esse aviso surge sempre que a plataforma está fora do ar ou indisponível. É extremamente importante que você reconheça se o problema não é no aplicativo ou na sua conexão com a internet.

Caso essa mensagem apareça pra você, tente verificar se à internet está funcionando, em seguida reinicie o seu celular e tente acesso o aplicativo novamente.

“Não foi possível cadastrar o dispositivo” no primeiro acesso

Essa mensagem aparece quando o usuário faz o cadastro no aplicativo, isso ocorre pois o Caixa Tem no momento está enfrentando um grande volume de acessos simultâneos. O recomendado é aguardar os horários de pico.

Entretanto vale lembrar que hoje é o último dia para se cadastrar no aplicativo, sendo necessário um pouco mais de paciência caso enfrente alguma instabilidade no cadastro do aplicativo.

Último dia para cadastro no Auxílio Emergencial

Termina hoje dia (2) de julho o prazo para cadastro no programa emergencial do Auxílio Emergencial do governo. Vale lembrar que mesmo que o auxílio tenha sido prorrogado, o cadastro até então não será prorrogado, sendo hoje o último dia para se inscrever caso você possua os requisitos necessários.

Pode solicitar o benefício o cidadão maior de 18 anos, ou mãe com menos de 18, que atenda a todos os seguintes requisitos:

  • Esteja desempregado ou exerça atividade na condição de:

– Microempreendedores individuais (MEI);  

– Contribuinte individual da Previdência Social; 

– Trabalhador Informal.

  • Pertença à família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo  (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até 3 (três) salários mínimos (R$ 3.135,00).

Quem não tem direito ao Auxílio

  • Tenha emprego formal ativo;
  • Pertence à família com renda superior a três salários mínimos (R$ 3.135,00) ou cuja renda mensal por pessoamaior que meio salário mínimo (R$ 522,50);
  • Está recebendo Seguro Desemprego;
  • Está recebendo benefícios previdenciários, assistenciais ou benefício de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família;
  • Recebeu rendimentos tributáveis acima do teto de R$ 28.559.70 em 2018, de acordo com declaração do Imposto de Renda.