Caixa Tem: Sorteio de R$ 250 mil, para quem usar o app

0

Caixa Tem vai liberar sorteio de R$ 250 mil, para quem usar o app. A Econômica Federal e a Visa formaram uma parceria que beneficiará as pessoas que fizerem compras com o cartão de débito virtual do aplicativo Caixa Tem.

Uma novidade em parceria com a Caixa Econômica Federal e a Visa pode beneficiar as pessoas que realizarem as compras com o cartão de débito virtual do aplicativo Caixa Tem.

Imagem: Caixa Tem
Imagem: Caixa Tem

Para quem quer ganhar uma bolada este ano, vai ficar curioso em saber como participar para concorrer a vários prêmios utilizando o Caixa Tem. O melhor deles, é o valor de R$ 250 mil.

Prêmios do sorteio

Mais de 1,4 mil cartões pré-pago com valores que variam de R$ 50, R$ 100 e R$ 250 cada;
Pelo menos quatro sorteios mensais de cartões pré-pagos no valor de R$ 10 mil cada;
Grande prêmio final certificado de ouro de R$ 250 mil; a Caixa recomenda que o dinheiro seja investido numa casa popular ou carro.

Como faço para participar?

Para quem quer dinheiro, poderá participar da seguinte forma:

Os beneficiários que recebem o auxílio emergencial equem recebe outros benefícios pelo aplicativo poderão participar dos sorteios.

Acesse a plataforma de benefícios Vai de Visa para realizar o seu cadastro. Após fazer o seu cadastro bastará utilizar o cartão de débito online e a cada quatro compras realizadas (independente do valor) você ganha um número da sorte para participar.

Não existe um número máximo de compras, você utilizando cada vez mais o cartão, mais sorte vai ter para ganhar os prêmios.

  • Gerar cartão de débito no Caixa Tem
  • Acesse o Caixa Tem;
  • Encontre o ícone CARTÕES – Cartão de débito;
  • Selecione Cartão de Débito Virtual;
  • Clique em Gerar Cartão;
  • Escolha a bandeira do cartão (selecione VISA);
  • Digite assinatura e senha;
  • Pronto, basta anotar para se cadastrar no link acima.
  • Gerar código de Segurança:
  • Acesse o CAIXA Tem;
  • Seleciona a opção “Cartão de Débito Virtual”;
  • Selecione a opção “código de segurança – gerar”

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil