13º Salário, DCTFWeb e GFIP: Como cumprir essas obrigações?

Saiba como realizar o cálculo do 13º salário e aprenda como se planejar para elaborar a DCTFWeb e a GFIP. Se informe!

O fim de ano para as empresas pode ser uma confusão, afinal, existem obrigações mensais e anuais que devem ser cumpridas, hoje explicaremos um pouco sobre o cálculo do 13º salário e a elaboração da DCTFWeb anual e da GFIP.

Algumas obrigações podem influenciar no cálculo das outras, como o cálculo do 13º salário que influenciará diretamente no cumprimento de outras obrigações, como a DCTFWeb e a GFIP.

Para ajudar um pouco, decidimos elaborar este artigo explicando como funcionam o cálculo do 13º salário e a elaboração da DCTFWeb Anual e da GFIP.

GFIP/SEFIP

O depósito do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) referente à folha de pagamento do 13º deverá ser realizado até o dia 7 do mês subsequente ao da competência de referência, por meio da Guia de Recolhimento do FGTS (GRF) que pode ser emitida pelo aplicativo GFIP/SEFIP. 

Para elaborar a GFIP referente ao décimo terceiro devem ser seguidas as regras presentes no Manual da GFIP versão 8.4.

O cálculo do 13º salário

Antes de falarmos sobre o cálculo das parcelas do décimo terceiro, explicaremos sobre as contribuições que devem ser realizadas até o dia 20 de dezembro com base no 13º salário integral.

As empresas também deverão realizar o recolhimento das seguintes contribuições incidentes sobre o valor 13º  salário integral:

  • RATXFAP;
  • Contribuições para outras Entidades e Fundos (Terceiros);
  • INSS descontado do trabalhador;
  • INSS Patronal.
  • Cálculo da 1ª parcela

A primeira parcela do 13º salário deve ser paga entre fevereiro a novembro de cada ano, em parcela equivalente a 50% do salário do empregado recebido no mês anterior ao do cálculo. 

O 13º será pago proporcionalmente considerando 1/12 avos por mês trabalhado, no caso de fração igual ou superior a 15 dias de trabalho, ela deve ser considerada como mês integral para efeito do pagamento das parcelas do décimo.

A primeira parcela também pode ser paga no mês das férias, quando o funcionário realizar o requerimento no primeiro mês do ano.

O profissional que recebe salário variável terá o 13º calculado se baseando na média dos valores recebidos no ano, sendo adicionada também a parte fixa do salário contratual.

  • Cálculo da 2ª parcela

O pagamento da segunda parcela do décimo terceiro deverá ser realizado até o dia 20 de dezembro de cada exercício, tendo como base de cálculo a remuneração devida ao profissional no mês. 

Para definir o valor líquido a ser pago na 2ª parcela, se deve realizar os seguintes procedimentos:

Somar valor do décimo terceiro integral, após isso, deduzir o valor da 1ª parcela e os valores devidos pelo trabalhador para o INSS e o Imposto de Renda. 

DCTFWeb Anual

A DCTFWeb Anual tem a finalidade de declarar as contribuições previdenciárias incidentes sobre o décimo terceiro salário (ou gratificação natalina). 

Ela é gerada a partir do envio do eSocial relativo ao 13º Salário e deve ser transmitida até o dia 20 do mês de dezembro.

Após a transmissão desta declaração, será possível realizar a emissão do DARF numerado que deverá ser recolhido até o dia 20 de dezembro.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Comentários estão fechados.