Cálculo do FGTS vai pagar um bom dinheiro para o trabalhador

0
Fonte: Google
Fonte: Google

Se você trabalhou com carteira assinada entre os anos de 1999 até a data atual ou teve saldo no fundo de garantia (FGTS) poderá pedir revisão e obter uma boa soma de dinheiro que estava perdido devido a correção monetária.

Pode começar a pensar em onde investir esse valor extra porque o Supremo Tribunal Federal (STF) muito em breve julgará o tema.

Inclusive era para ter feito essa semana, só não foi realizado ainda por causa da troca de Ministros no Supremo.

Contudo a previsão é de que nos próximos meses a matéria seja colocada em pauta.

O cálculo também vai ser válido para aqueles que já sacaram o dinheiro do FGTS, pois o dinheiro também sofreu desvalorização no período.

A oportunidade segue aberta para milhões de cidadãos que ainda não entraram com seus pedidos na justiça.

Como fazer a solicitação do pedido?

O próprio trabalhador poderá enviar sua solicitação através do Juizado Especial Federal da região de residência, desde que o valor do pedido seja inferior a 60 salários mínimos ou 66 mil reais.

Não será necessário contratar um advogado e o processo pode ser feito online através do site do tribunal federal de cada região.

Os documentos necessários para realizar o pedido são: RG/CPF ou CNH; comprovante de residência, carteira de Trabalho, carta de Concessão da Aposentadoria (quando aposentado), extratos analíticos do FGTS, cálculo detalhado do valor revisado, explicativo da revisão e requerimento ou petição, justificando o pedido.

Cada emprego que a pessoa tenha tido corresponde a pelo menos um extrato.

Todos os extratos ficam vinculados a uma mesma conta por CPF e podem ser obtidos facilmente através do aplicativo para smartphone ou site da Caixa FGTS.

Como calcular o valor a ser recebido?

De posse de todos os extratos, é possível fazer o cálculo da revisão pela internet através do endereço eletrônico.

Com o valor calculado, agora cabe a decisão de entrar ou não com o pedido de revisão.

Se achar que é uma quantia vantajosa, basta entrar com o pedido no Juizado Especial Federal que obterá as orientações para o pedido ser protocolado.

FGTS

Para profissionais como advogados e contadores que desejam ajudar seus clientes no cálculo dessa revisão, existe também outra ferramenta que permite a execução de forma mais abrangente, trata-se da automação ELI FGTS.

Como é feito o cálculo da revisão do FGTS?

Os valores das contas de FGTS estão defasados devido à baixa correção monetária oferecida pelo sistema atual que utiliza a TR como indexador.

Os cálculos são feitos trocando toda correção monetária do passado, desde 1999, por outro indexador que não prejudique o trabalhador.

Assim, os saldos devem ser recalculados com base em índices como o IPCA ou o INPC.

Nas últimas decisões do STF onde a TR foi afastada e substituída, optou-se pela aplicação do IPCAe.

Quanto mais tempo trabalhado e mais alto o valor do salário, com certeza o trabalhador terá direito a uma grande bolada.

E, cá pra nós, dinheiro extra é sempre bem vindo. Procure saber se você terá vantagem pedindo a revisão do cálculo do FGTS e corra atrás dos seus direitos.

Por: Ana Luzia Rodrigues

Dica Extra do Jornal Contábil: Você gostaria de trabalhar com o Departamento Pessoal?

Já percebeu as oportunidades que essa área proporciona?

Conheça o programa completo que ensina todas as etapas do DP, desde entender os Conceitos, Regras, Normas e Leis que regem a área, até as rotinas e procedimentos como Admissão, Demissão, eSocial, FGTS, Férias, 13o Salário e tudo mais que você precisa dominar para atuar na área.

Se você pretende trabalhar com Departamento Pessoal, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um profissional qualificado.