São Paulo, junho de 2019 – A proposta de facilitar o dia a dia do empreendedor com atendimento focado na entrega de conhecimento foi a mola propulsora para o crescimento da Capital Social Contabilidade e Gestão. A empresa, que nasceu em 2010 na região periférica de Embu das Artes (SP), sempre teve como premissa investir no relacionamento com os clientes para compreender suas necessidades e atuar de maneira próxima e autêntica.

“Sempre acreditei na contabilidade como instrumento de gestão, desde quando escolhi esse curso para formação acadêmica. Acredito que o contador é o profissional de gestão mais próximo do empreendedor, e ele pode contribuir muito para o sucesso das empresas. É claro que para isso é preciso ter interesse genuíno na entrega, e isso eu sempre tive de sobra”, afirma Regina Fernandes, fundadora e CEO da Capital Social.

Desta forma simples e verdadeira, ela e seu esposo, Leandro Oliveira, decidiram abrir uma companhia para realizar um trabalho que não se resumisse apenas à geração de guias de impostos, mas sim com objetivo de agregar informação, prestar esclarecimentos, estudar os melhores cenários e mostrar caminhos aos clientes. “Nascemos da vontade de ser vistos pelos empreendedores como verdadeiros parceiros, e não como um fornecedor obrigatório”, diz a fundadora.

Antes da constituição, Regina Fernandes e Leandro Oliveira tinham atuação voluntária em gestão social. “Este foi o ponto de partida para nossa empreitada”, diz ela. O objetivo era levar conhecimentos em gestão para o terceiro setor.

Em 2006, Regina, que é contadora, teve a ideia de oferecer uma contabilidade consultiva para esse público. “De repente, a atenção e o cuidado no fazer e na entrega começaram a despertar interesse em outros empreendedores. A partir dessa demanda, em 2010, o casal ampliou o portfólio de atendimento. Atualmente a empresa conta com mais de 300 clientes ativos e a projeção é de chegar a 450 clientes.

Ela lembra que o escritório foi aberto com apenas 10 clientes, dos quais faziam parte entidades da sociedade civil e cooperativas, além de empresas de micro e pequeno porte. Cerca de 90% dos clientes eram de Embu das Artes e compartilhavam com ela o mesmo sonho de crescimento. “Nossa história de trabalho sempre esteve alicerçada no amor pelo empreendedorismo”, afirma ela.

Hoje, a empresa conta com 300 clientes distribuídos em várias capitais do Brasil, como Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Belém (PA), Curitiba (PR) mas a maioria se concentra na capital de São Paulo. “Ainda há cerca de dez clientes que estão conosco desde o início do trabalho, o que nos enche de orgulho”. Praticamente toda a carteira pertence ao segmento PME.

A expectativa da empresa é atingir a marca de 450 clientes até o fim de 2019, mantendo o crescimento de 50% ao ano, com foco nas pequenas e médias.

“Nossa meta é seguir trazendo a humanidade para o ambiente de trabalho. Somos seres humanos, logo gostamos de gente, queremos nos relacionar e prezamos pelo sucesso da nossa entrega. Levanto a bandeira todos os dias da felicidade para dentro da empresa. É dessa forma que desejo crescer e ajudar outros empreendedores a crescer junto comigo”, conclui a fundadora.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.