Você está infeliz com o seu emprego: não gosta mais da sua função, se sente desvalorizado(a) e tem vontade de dar adeus à rotina atual. Mas o problema não é só o ambiente de trabalho ou o chefe que cobra demais. Sua questão é outra: você quer mudar de vida e começar algo novo. Se identifica com essa situação? Se a resposta foi sim, saiba que é preciso pensar muito antes de trocar de carreira, porque essa decisão não é nada fácil.

Para ajudar você a encontrar a sua vocação profissional, a Azulis separou 7 sinais que indicam que você precisa mudar de carreira. Preste atenção nos tópicos a seguir e veja se você deve, de fato, partir para outra.

1. Você se irrita constantemente com as tarefas que deve fazer

Uma coisa é não gostar do ambiente de trabalho – outra é não gostar das atividades ou tarefas que você faz. Enquanto o primeiro caso demonstra um problema no emprego, o segundo já mostra uma adversidade na própria atividade que você desempenha. Se você é, por exemplo, um contador, seria problemático se você odiasse fazer demonstrações contábeis e fugisse quando te pedissem para fazer um balanço patrimonial. Por isso, não gostar das tarefas da sua profissão como um todo já é um sinal de que você pode pensar em escolher outra carreira.

2. Você não tem mais motivação na profissão como um todo

Você sabia que estar motivado em um emprego impacta diretamente na produtividade no mesmo? Uma pesquisa da Right Management, empresa multinacional de recrutamento, revelou que os profissionais que estão motivados costumam ser 50% mais produtivos. Não ter um propósito para o que faz ou não encontrar mais motivação na sua profissão pode afetar muito o seu desempenho, gerando ainda mais insatisfação com a carreira.

Você tem algo que te motiva e que, ao mesmo tempo, pode gerar renda? Se a resposta foi sim, procure estudar mais sobre a área, entenda o que é necessário para começar uma nova profissão e aposte nessa ideia!

SAIBA+AZULIS: Ele transformou a demissão em oportunidade e hoje trabalha na cozinha de casa

3. Você não vê um futuro naquela carreira

Onde você se imagina em 5 anos? E em 10 anos? Se a sua atual carreira não está nas respostas, esse já pode ser um sinal de que você deve mudar de rumo. Quem gosta da profissão costuma procurar um outro emprego na área quando está insatisfeito com um ambiente de trabalho do que largar a carreira de vez. Para muitas pessoas, o descontentamento no trabalho não acaba quando se muda de empresa. O problema costuma estar mais embaixo, às vezes na própria função desempenhada pela pessoa. Você se identifica com esse caso?

4. Você parou de aprender

Uma pesquisa conduzida pelo LinkedIn revelou que “funcionários que obtêm aprendizados no trabalho tem 47% menos de chance de ficarem estressados, 39% a mais de probabilidade de terem sucesso e produtividade e 21% a mais de chance de se sentirem confiantes e felizes”. Percebeu como desafios e novos aprendizados são essenciais para realização profissional? Por isso, se você sente que não aprende nada de novo na sua área, independentemente do local de trabalho, pense se não está na hora de mudar de profissão. Às vezes, escolher um novo caminho te proporcionará a satisfação e realização profissional que você não via há muito tempo.

5. Você acha que está perdendo seu tempo

Você mal colocou o pé no ambiente de trabalho e já quer sair. Faz diversas tarefas e, mesmo assim, parece que o tempo não passa. Enquanto isso, não para de pensar: e se as coisas não fossem assim? E se eu estivesse trabalhando com algo totalmente diferente?

Quando fazemos algo que não gostamos (e que não nos dá realização profissional) estamos perdendo tempo – um tempo valioso que poderia ser aproveitado melhor em outra profissão. Se você tem um potencial dentro de você que não está sendo explorado, vale a pena considerar se ele poderia ser aproveitado de outra maneira – em outra profissão, por exemplo. Você não só estará mais satisfeito com o uso do seu tempo, como também ficará mais contente com a sua rotina. Como o ditado diz: “Trabalhe com o que você ama e nunca mais precisará trabalhar na vida”.

SAIBA+AZULIS: A felicidade no trabalho pode estar no próprio negócio

6. Seu trabalho afeta sua saúde

Ficar de olho na saúde deve ser uma das metas de 2020: com a mente e o corpo em ordem, temos mais energia para nos concentrarmos tanto na vida profissional, como na vida pessoal. Portanto, se as funções que você desempenha na sua carreira te desgastam muito e causam um estresse contínuo, vale a pena considerar se você realmente deve continuar na área que está. Afinal, estudos como este mostram que o estresse pode impactar muito na nossa saúde não só com mal-estares temporários, mas também com doenças crônicas.

Se a sua profissão só te causa estresse, pense se alguns dos seus hobbys podem ser transformados em fonte de renda contínua. Gosta de artesanato? Porque não vender criações para lojas ou pelas redes sociais, por exemplo?

7. Você tem vontade de explorar outra carreira

Por último, é importante se perguntar se a profissão que você exerce é, de fato, aquela que sempre sonhou. Se o seu sonho é ser manicure, mas você atualmente trabalha como recepcionista, por exemplo, veja se não é a hora de se profissionalizar na sua paixão. Fazendo cursos, como os dessa lista, você já pode deixar a rotina cansativa para trás e acolher uma profissão que verdadeiramente te dê gosto. 

DICA EXTRA  DO JORNAL CONTÁBIL : MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta. E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Fonte: Azulis