Cartão da Caixa não terá consulta ao SPC/Serasa em 2020

0

Recentemente, a Caixa Econômica Federal (CEF) firmou uma parceria com a Elo no intuito de promover um novo cartão de crédito exclusivo para o consignado.

Nesta modalidade, as parcelas serão debitadas diretamente na folha de pagamento do cliente, portanto, não terá a necessidade de realizar uma consulta ao SPC ou Serasa. 

A oferta do produto é destinada aos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), colaboradores da própria Caixa Econômica, servidores públicos e funcionários de empresas privadas.

No caso dos beneficiários da Previdência Social, o cartão é exclusivo para aqueles com idade inferior a 75 anos. 

O Cartão Caixa Simples se trata de uma alternativa sem a incidência de anuidade e com juros reduzidos em comparação com os demais aplicados no mercado.

Com a utilização da bandeira Elo, este cartão é uma boa opção para realizar compras seguras e com maior facilidade diante dos outros cartões convencionais. 

Benefícios do cartão: 

Solicitação virtual 

A opção de solicitar o cartão pela internet foi disponibilizada com o objetivo de evitar o intenso fluxo nas agências da Caixa Econômica, além da intenção de simplificar e facilitar o processo para os clientes.

No entanto, há a possibilidade de surgir situações específicas que podem requerer o comparecimento presencial à agência bancária.

Neste caso, é preciso estar munido dos seguintes documentos:  

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de residência;
  • Extrato do benefício.

Índice de juros 

Conforme informado pelo presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães, as taxas de juros do Cartão Caixa Simples serão competitivas com as demais do mercado, perante os juros mais reduzidos.

A previsão é para que as taxas aplicadas variem entre 1% a 2,5%, visando proporcionar mais acesso à população de baixa renda, permitindo que também sejam contemplados com a modalidade do crédito de forma rápida, fácil e barata. 

Demais benefícios 

O cartão será habilitado para compras nacionais e internacionais, além de não ter a cobrança de anuidade.

Brasília: Prédio da Caixa Econômica Federal. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

De acordo com uma circular divulgada pelo Banco Central de número 3.813, aprovada no dia 23 de novembro de 2016, o cliente do cartão estará apto a converter a quantia gasta fora do país mediante a cotação da data da compra.

Até então, a única alternativa era a conversão da cotação através da data de vencimento da fatura. 

No entanto, é preciso que a escolha seja feita quando o cartão for liberado para o uso internacional, destacando que, será permitido que se faça uma alteração somente após o período de 90 dias.

O requisito também é aplicado para compras online em sites do exterior.

Até agora, a Caixa é o único banco que possibilita ao cliente, definir a conversão pela data da compra. 

Vantagens do cartão Caixa Simples 

  • Realizar compras no Brasil e no exterior, em lojas físicas ou virtuais;
  • Anuidade zero;
  • Taxa de juros até três vezes menor que a de cartões convencionais (2,85% ao mês para o uso do rotativo);
  • Sem consulta ao SPC/Serasa;
  • Check-up Lar (Realização de pequenos reparos na sua casa. O serviço poderá ser acionado até três vezes ao ano);
  • Clube Elo Mania Caixa (Desconto em diversos produtos e serviços).

Pagamento da fatura

Antes de efetuar o pagamento da fatura, o titular do cartão precisa averiguar se realmente houve desconto ou averbação dos gastos através do benefício pago pelo INSS, lembrando que tal medida será executada apenas quando o cartão for utilizado.

Além disso, se os gastos forem inferiores ao valor da margem reservada, o desconto incidirá somente perante o valor gasto efetivamente. 

Há três modalidades de pagamento do Cartão Simples, são elas:

  • Valor mínimo: Se o valor já tiver sido descontado no benefício, quer dizer que o pagamento mínimo já foi realizado. Do contrário, será preciso realizar o pagamento.
  • Valor total: Se o valor descontado no benefício não for o suficiente para efetuar o pagamento integral, será necessário pagar o valor restante. Para saber a quantia a ser paga, basta subtrair o total da fatura do valor descontado.
  • Valor entre o mínimo e o total: Neste caso, o titular pode pagar uma quantia parcial da fatura. O saldo restante será adicionado na próxima fatura, com a cobrança de juros.

É importante destacar que, a fatura do Cartão Caixa Simples será disponibilizada apenas no formato digital, sendo enviada para o e-mail previamente cadastrado.

No entanto, também há a possibilidade de acessar a fatura através do aplicativo Cartões Caixa, no Internet Banking ou Mobile Banking Caixa.

No que se refere ao pagamento, este, pode ser efetuado diretamente nas agências bancárias, casas lotéricas, terminais de autoatendimento e por meio das plataformas digitais mencionadas. 

Por Laura Alvarenga