Certificado digital MEI: Entenda a importância e como conseguir

0

O certificado digital é um termo conhecido pelos microempreendedores individuais (MEI).

Mas se você ainda tem dúvida sobre esse documento, entenda que ele permite que o empreendedor realize suas obrigações fiscais de forma segura, além de evitar burocracias trabalhistas ou com administração tributária.

Diante da sua importância e utilidade, elaboramos esse artigo para que você possa conhecer mais sobre este documento e entender como o seu uso pode facilitar a vida dos empreendedores que se formalizam como MEI.  

Certificado Digital

Antes de falarmos sobre as especificações do certificado digital e como ele funciona, saiba que o MEI não é obrigado a tê-lo, como ocorre em outras modalidades de empresas.

Porém, se o empreendedor emitir notas fiscais pelos seus produtos ou serviços oferecidos, é imprescindível ter o Certificado Digital, que pode ser disponibilizado em diferentes formas, como arquivo, cartão magnético, pen drive ou token, isso possibilita que o microempreendedor ou pessoa contratada por ele, possa realizar transações pela internet com total praticidade e proteção de dados. 

Este documento pode ser disponibilizado em diferentes formas, como arquivo, cartão magnético, pen drive ou token, isso possibilita que o microempreendedor ou funcionário contratado por ele possa realizar transações pela internet com total praticidade e proteção de dados. 

Vantagens

Mesmo não sendo obrigatório ao MEI, há vantagens em utilizar o certificado digital.

São elas: a desburocratização de rotinas fiscais e trabalhistas; a assinatura digital de contratos e documentos; a segurança na transferência e recebimento de informações da Receita Federal e o uso de chaves criptográficas para garantir a segurança das informações da empresa e confirmar sua identidade digital, minimizando o risco de fraudes ou de problemas fiscais e trabalhistas.

Como obter?

Tipos de certificado 

Existem dois principais tipos vendidos: 

A1: tem validade de um ano e é armazenado no computador;

A3: tem validade de até cinco anos e é armazenado em token criptográfico ou cartão. 

Cada um deles possui preços, formas de pagamentos e documentações obrigatórias diferentes.

Dentre os documentos necessários para fazer o certificado digital para o MEI estão o CNPJ e os seus documentos pessoais, como RG e CPF.

Assim, a empresa responsável retornará sua solicitação e esclarecerá como funciona cada um deles. 

Depois, basta agendar a data e hora para comparecimento na Autoridade Registro da empresa para validar dados do MEI, mediante a apresentação de documentos previamente requisitados pela autoridade certificadora.

Depois do registro dos dados, é necessário aguardar a verificação e confirmação de dados e documentos pela Autoridade Certificadora.

Se não houver problemas, a empresa entrará em contato com o solicitante indicando como ter acesso ao Certificado Digital.

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Por Samara Arruda