Certificado digital MEI: Quando é obrigatório comprar?

Você sabe quando o MEI precisa de um certificado digital? Acompanhe tudo sobre o assunto a partir de agora

0

Se você está planejando se tornar um microempreendedor e pretende fazer transações pela internet, pode precisar de um certificado digital MEI.

Com o surgimento de novas facilidades, graças a tecnologia, muitas pessoas passaram a realizar a troca de informações no ambiente on-line. Entretanto, nem sempre de forma segura.

Para evitar fraudes, roubo de dados e garantir o sigilo da operação, é necessário contar com uma proteção que esteja voltada aos dados da sua empresa.

Desta forma, a Facilite reuniu um conteúdo completo sobre certificado digital MEI, para você entender sua importância, os benefícios que ela traz e, principalmente, quando é obrigatório comprar.

O que é o certificado digital MEI?

O certificado digital MEI é um documento eletrônico com validação jurídica, que possui a assinatura virtual do empreendedor e todas informações pertinentes de um negócio.

Basicamente, ele funciona como uma identidade digital, que acompanha transações on-line como uma forma de assegurar a troca de dados entre pessoas físicas e jurídicas.

Com essa autenticação, é possível garantir maior confidencialidade das informações compartilhadas, que costumam utilizar sistemas criptografados.

Dessa forma, somente o emissor e o receptor dos documentos podem ter acesso a eles.

Além disso, essa certificação também permite que o microempreendedor emita notas fiscais eletrônicas e assine contratos, declarações e comprovantes, garantindo sua identidade.

O MEI é obrigado a ter um certificado digital?

Essa é uma dúvida comum, especialmente para empreendedores que não estão familiarizados com essa autenticação e sua obrigatoriedade.

De acordo com o Portal do Empreendedor, não é obrigatório que o MEI tenha um certificado digital, exceto se realizar a emissão de nota fiscal eletrônica.

Mesmo assim, é preciso se atentar para o tipo da nota fiscal, pois nem todas exigem a certificação do microempreendedor.

Os tipos de notas fiscais que obrigam o MEI a ter um certificado digital são:

NF-e

A Nota Fiscal Eletrônica que substitui o modelo padrão, relacionada ao ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços;

NFC-e

Já a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica é aquela entregue ao consumidor após a venda de produtos, e precisa do certificado para autenticar a identidade do emissor;

CT-e

O documento de Conhecimento de Transporte Eletrônico permite o transporte de cargas, e também precisa do certificado digital.

Por outro lado, existem dois tipos de nota fiscal que não exigem autenticação virtual:

NF-e Avulsa

A Nota Fiscal Eletrônica Avulsa é gratuita, e o MEI pode emiti-la sem certificado. 

Para conseguir ter acesso, basta entrar em contato com a Secretaria da Fazenda e com a prefeitura do seu município, para obter a autorização;

NFS-e

A Nota Fiscal de Serviços Eletrônica é um documento que substitui a Declaração de Serviços na prefeitura. 

Contudo, não são todos os municípios que dispensam a obrigatoriedade do certificado digital MEI.

É preciso se informar em cada cidade para garantir.

Além disso, se o microempreendedor desejar assinar documentos virtualmente e fazer transações on-line, pode precisar de um certificado.

Como adquirir um certificado digital MEI?

O certificado digital MEI é pago, e o empreendedor pode solicitar a emissão em uma autoridade certificadora (AC).

Diversas empresas possuem autorização para fornecer essa validação.

Elas são vinculadas ao ICP-Brasil (Infraestrutura de Chaves Públicas do Brasil), do Instituto de Tecnologia.

Após a solicitação na AC de preferência, é preciso se informar sobre o tipo do certificado, validade e meio de armazenamento.

Além disso, é importante que você esteja ciente sobre os custos de cada certificado, dependendo do modelo adquirido, e quais as formas de pagamento disponíveis.

Uma vez que a certificação está pronta, o empreendedor precisa ir até uma Autoridade de Registro para validar todos os dados e registrar sua senha de acesso.

Empresas onde adquirir o certificado

Segundo o portal Globo, algumas empresas registraram aumento de até 600% na procura por assinatura digital de documentos.

Isso porque a facilidade, unida a segurança virtual, atrai muitas pessoas em busca desse documento, o que expande o número de companhias que oferecem esse serviço.

No entanto, o MEI deve se atentar para adquirir um certificado que também permita a emissão de notas fiscais e transações on-line benéficas para seu negócio.

Algumas das empresas certificadoras reconhecidas são:

ENtre uma das principais empresas desse segmento, podemos mencionar nomes como:

Diversas companhias privadas possuem autorização para emitir certificados digitais, de diferentes tipos e variedades.

Quais os benefícios do certificado digital MEI?

Antes de mais nada, o certificado digital MEI permite que o microempreendedor emita notas fiscais para pessoas jurídicas e físicas.

Esse é um dos principais serviços que levam profissionais autônomos a formalizar suas atividades.

Além disso, essa autenticação também permite a assinatura digital de documentos e transações on-line com toda a segurança.

Os dados dos envolvidos são protegidos por criptografia, e as chances de roubo ou perda de informações diminuem consideravelmente.

Em suma, o MEI passa a contar com uma identidade eletrônica com validade jurídica, que promove segurança, praticidade e integridade para suas operações virtuais.

Quando vale a pena ter um certificado digital MEI?

Mesmo que não emita notas fiscais eletrônicas que dependam deste documento, vale a pena emitir o certificado digital MEI.

Com ele, o empreendedor passa a contar com uma série de facilidades para suas transações eletrônicas.

Um sistema de criptografia assegura seus dados, e não precisa autenticar sua assinatura manual em cartório para que os comprovantes tenham validade jurídica.

Basicamente, se cria uma identidade virtual, como o CPF ou RG, que traz garantias, reduz custos, otimiza processos e facilita procedimentos digitais.

A Facilite pode te ajudar a implementar seu negócio com a segurança das novas tecnologias. Entre em contato com nossos especialistas e agende uma consulta.

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática.

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio.

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Fonte: Facilite

Imagem: Facilite Tecnologia Contábil