CFOP: todas as informações que você precisa saber

Aprenda tudo que você precisa saber sobre o Código Fiscal de Operações e Prestações, o CFOP. Leia este artigo e se informe!

As notas fiscais sempre têm vários números e informações que podem ser difíceis de serem entendidas, por isso acabam confundindo o contribuinte. Hoje explicaremos sobre uma dessas informações, o CFOP.

O Código Fiscal de Operações e Prestações (CFOP) é um código que identificará determinadas operações em um documento fiscal, ele é obrigatório na emissão de notas fiscais. 

O Código Fiscal de Operações e Prestações é fundamental para emissão dos documentos fiscais, ele pode ser consultado na Tabela CFOP

Acompanhe este artigo até o final e se informe sobre tudo que você precisa saber sobre o CFOP.

CFOP, o que é isso?

O CFOP é um código presente nos documentos fiscais que serve para identificar uma determinada operação, separando por categorias, no momento em que a nota fiscal for emitida. Ele definirá como ocorrerá ou não, o pagamento dos tributos.

Os dados sobre a tributação dependem do CFOP, as variadas categorias de CFOP separam os documentos fiscais por nota de entrada e saída, por natureza e região.

Esse código garante mais transparência nas operações de compra e venda das empresas, ele permite que os impostos devidos possam ser cobrados corretamente.

A tabela CFOP é uma listagem com códigos, publicada para ser utilizada pelos contribuintes em suas notas fiscais.

A tabela CFOP fica disponível na Secretaria da Fazenda dos estados e no site do Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ).

Qual finalidade do CFOP?

O CFOP serve para classificação de produtos, serviços e bens, identificando as suas origens, o código CFOP indica a circulação de mercadorias em âmbito estadual, nacional e até mesmo internacional.

O Código Fiscal de Operações e Prestações definirá se uma operação terá ou não interferência no recolhimento de tributos. 

Por este motivo, as notas fiscais, como a Nota Fiscal Eletrônica do Consumidor (NFC-e) e a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), precisam estar sempre conforme os produtos vendidos ou recebidos. 

Significado do CFOP

Primeiro dígito (Entradas)

  • 1.000 = Entrada ou Aquisições de Serviços do Estado;
  • 2.000 = Entrada ou Aquisições de Serviços de Outros Estados;
  • 3.000 =  Entrada ou Aquisições de Serviços do Exterior.

Primeiro dígito (Saídas)

  • 5.000 = Saídas ou Prestações de Serviços para o Estado;
  • 6.000 = Saídas ou Prestações de Serviços para outros Estados;
  • 7.000 = Saídas ou Prestações de Serviços para o Exterior.

Segundo dígito 

O 2° dígito do CFOP determinará qual o grupo de mercadoria ou operação a nota fiscal é pertence.

Terceiro e quarto dígitos do CFOP

O 3º e o 4º dígitos também especificam sobre a operação, porém, eles se referem à categoria de prestação de serviço que ocorreu no documento fiscal.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Comentários estão fechados.