Cidadão que se inscrever no CadÚnico pode contar com 24 benefícios

Muita gente já ouviu falar no Cadastro Único, mais conhecido como CadÚnico, mas muitas delas não sabem de fato do que se trata. O CadÚnico é uma espécie de banco de dados que constam informações relativas as famílias brasileiras que se enquadrem na situação de pobreza ou extrema pobreza.

Através desse banco de dados o Governo Federal, Estados e municípios, conseguem identificar quem realmente necessita de assistência para a implementação de políticas públicas que possam melhorar a qualidade de vida dessas pessoas.

Logo, diversos programas sociais destinada a esses cidadãos estão disponíveis para quem se inscreve no CadÚnico, se você quer conhecer quais benefícios pode receber ao se cadastrar e como fazer, continue acompanhando!

cadunico
cadunico

Benefícios para Inscritos no CadÚnico

  • Água para todos
  • Aposentadoria para Pessoas de Baixa Renda
  • Programa Brasil Alfabetizado
  • Auxílio Emergencial
  • Benefício de Prestação Continuada (BPC)
  • Bolsa Estiagem
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti)
  • Bolsa Família
  • Bolsa Verde (Programa de Apoio à Conservação Ambiental)
  • Carta Social
  • Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais
  • Carteira do Idoso
  • Casa Verde e Amarela
  • Crédito Instalação
  • ENEM
  • Programa Nacional de Crédito Fundiário
  • Identidade Jovem (ID Jovem)
  • Isenção de Pagamento de Taxa de Inscrição em Concursos Públicos
  • Programa Nacional de Reforma Agrária
  • Rural
  • Serviços Assistenciais
  • Programas Cisternas
  • Tarifa Social de Energia Elétrica
  • Telefone Popular

Quem pode se inscrever no CadÚnico

Como o CadÚnico é destinado aos cidadãos de baixa renda, é necessário se enquadrar em alguns requisitos para poder se cadastrar, sendo eles:

  • famílias que ganham até meio salário mínimo (R$ 522,50) por pessoa.;
  • famílias que anham até três salários mínimos (R$ 3.135) de renda mensal total;
  • famílias que tenham uma renda acima dos valores acima, mas que recebam ou pretendam receber algum programa ou benefício que usa o Cadastro Único.

Vale lembrar que cidadão que se encontre em situação de rua também podem se inscrever, independente do quadro familiar. Caso o cidadão se enquadre nas características acima, basta se dirigir ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) mais próximo do município em que vive.

O cadastramento não é feito pela internet! É preciso ir até o setor responsável pelo Cadastro Único em sua cidade para se inscrever. Em caso de dúvidas procure atendimento junto a prefeitura.

Requisitos para inscrição

  • Ter uma pessoa responsável pela família para responder às perguntas do cadastro. Essa pessoa deve fazer parte da família, morar na mesma casa e ter pelo menos 16 anos.
  • Para o responsável pela família, de preferência uma mulher, é necessário o CPF ou Título de Eleitor.
  • Exceção: no caso de responsável por famílias indígenas e quilombolas, pode ser apresentado qualquer um dos documentos abaixo. Não precisa ser o CPF ou o Título de Eleitor.

Além disso, é importante apresentar pelo menos um dos documentos a seguir de todos os membros da família: 

Outro ponto importante é apresentar ao menos um documento original de todos os membros que vivem na mesma residência, podendo ser:

  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • CPF;
  • Carteira de Identidade (RG);
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI);
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor.

Comentários estão fechados.