Cidadão só vai saber se tem direito ao auxílio de R$ 300 na hora do pagamento

0

O governo federal divulgou nesta segunda-feira, 28 de setembro, o calendário com todas as datas de pagamento do auxílio emergencial residual de R$ 300 (para consultar o calendário completo clique aqui). Nesse novo calendário 42,4 milhões de beneficiários cadastrados via aplicativo, site e CadÚnico estão dentro da programação de pagamentos.

No entanto, desses 42,4 milhões de beneficiários, pouco mais da metade terá direito as quatro parcelas, ou seja, 27 milhões de pessoas.

Veja à seguir quantas pessoas aprovadas terão direito as parcelas:

  • 27 milhões de aprovados receberão as quatro parcelas de R$ 300
  • 8,1 milhões de aprovados pessoas receberão três parcelas
  • 5,9 milhões de aprovados receberão duas parcelas
  • 1,4 milhão de aprovados receberá uma parcela

Essa redução se deve as recentes regras aprovadas para a liberação do auxílio emergencial residual, além de novas melhorias que foram feitas no cruzamento de dados dos cidadãos beneficiados.

auxilio emergencial

Cidadão vai saber se tem direito a parcela somente na hora do pagamento

De acordo com Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, o beneficiário só vai saber se realmente vai receber a parcela de R$ 300 no momento do pagamento, através do aplicativo Caixa Tem.

De acordo com Guimarães “todos estarão recebendo dentro dos ciclos, até o último ciclo todo mundo vai receber naquele mês de acordo com o nascimento. Alguns estarão recebendo a 5ª parcela, outros da extensão, mas naqueles dias de pagamento todo mundo estará recebendo”.

Outro ponto é relacionado a quantidade de parcelas a receber, agora nem todos os inscritos do programa terão direito a todas as parcelas residuais. Veja à seguir como vai ficar:

  • Beneficiário que recebeu a 1ª parcela em abril: Tem direito a 9 parcelas, sendo cinco parcelas de R$ 600 e quatro parcelas residuais de R$ 300
  • Beneficiário que recebeu a 1ª parcela em maio: Tem direito a 8 parcelas, sendo cinco parcelas de R$ 600 e três parcelas residuais de R$ 300
  • Beneficiário que recebeu a 1ª parcela em junho: Tem direito a 7 parcelas, sendo cinco parcelas de R$ 600 e duas parcelas residuais de R$ 300
  • Beneficiário que recebeu a 1ª parcela em julho: Tem direito a 6 parcelas, sendo cinco parcelas de R$ 600 e uma parcela residual de R$ 300

Segundo o Governo, quem contestou via plataforma digital entre 20 de julho e 25 de agosto, e for considerado elegível, receberá no total 4 parcelas de R$ 600, começando a partir do Ciclo 3.