Alguns anos atrás, um amigo teve que mudar a empresa para um novo escritório. Em vez de pagar a mudança para transportar as coisas do antigo local para o novo, seus funcionários e ele tiraram a tarde para fazer o trabalho sozinhos. Até eu fui dar uma ajuda. Na época, achamos que isso fazia mais sentido: usar os recursos que já tínhamos para fazer um trabalho que todos nós éramos capazes de fazer. Um comentário imediato foi o suficiente para perceber que essa lógica era majoritariamente falha.

A importância do valor da hora trabalhada

Durante essa mudança, um colega me disse: “Essa deve ser a equipe de mudança mais cara que eu já vi”. Ele estava certo. Eu só não tinha visto dessa maneira até aquele momento.

A equipe de mudança consistia em mim, o dono da empresa, três funcionários de alto nível e um punhado de outros membros importantes da equipe. Se todos soubesse o valor do tempo de trabalho, e de cada um dos funcionários, saberia que a contratação de profissionais para a tarde teria realmente economizado o dinheiro da empresa.

É fácil calcular o valor do seu salário e do de seus funcionários. E depois de fazer as contas, isto ajudará você a decidir se deve delegar determinadas tarefas ou terceirizar, além de também ajudar na definição de políticas salariais para os funcionários.

Por que calcular o valor da hora trabalhada?

Não consegue decidir qual dos membros da sua equipe deve treinar o seu mais novo contratado? Faça as contas. Deseja decidir se um determinado funcionário deve produzir conteúdo ou supervisionar o que vários funcionários menos experientes estão criando? Faça as contas. Todo mundo precisa estar nessa reunião de equipe ou é melhor limitá-la a alguns funcionários importantes? Faça as contas.

Quando você tira a emoção de como você gasta seu horário de trabalho – e também como solicita que seus funcionários passem o horário de trabalho -, ele ajuda a encontrar respostas mais rapidamente.

Como calcular a hora de trabalho?

Aqui está a fórmula simples que se usa para determinar o valor horário dos funcionários e também o seu próprio valor.

Para empresários e funcionários com participação na empresa:

Passo 1:

Receita anual da empresa x a porcentagem da empresa possuída = X

Passo 2:

Salário anual mais valor monetário dos benefícios / Número de horas reais trabalhadas em um ano = Y

Etapa 3:

X / Y = valor horário

Para funcionários assalariados e por hora:

Passo 1:

Salário anual mais valor monetário dos benefícios / pelo número de horas reais trabalhadas em um ano = valor horário

Essa fórmula é apenas um ponto de partida, mas ajudará você a decidir se ter seu funcionário que ganha R$100 por hora movendo móveis é melhor do que contratar dois estagiários para fazer o trabalho.

Entendendo o cálculo do horário de trabalho

Depois, há algumas perguntas que você pode se perguntar: se você responder “sim”, significa que você pode esquecer a fórmula ou, pelo menos, desconsiderar parte do valor dela:

Você gosta do que está fazendo?

Esta questão supera tudo. Se você gosta de executar as tarefas que precisam, não se preocupe com nenhuma fórmula – basta fazê-lo.

Você vê valor a longo prazo no que está fazendo?

Nem todas as tarefas têm um retorno imediato. Se você está confiante de que um determinado esforço provavelmente levará a um resultado do qual você se orgulhará no futuro, avance no que quer que esteja pensando em fazer.

Você tem um bom motivo para o que está fazendo?

Até os empreendedores e mentes de negócios mais bem-sucedidos usam boa parte do seu tempo nas coisas que mais importam, como família, amigos e retribuição. Veja Bill Gates, por exemplo. Ele vale mais de US$72 bilhões. Tomar uma hora do tempo dele vai valer aproximadamente muito. No entanto, ele parece passar muito tempo doando sua fortuna. O ponto é que uma pessoa não deve permitir que um valor horário a impeça de fazer coisas que tenham valor e substância significativos.

O tempo de todos vale a pena – basta calcular quanto

Para fins comerciais, é útil conhecer os valores horários de seus funcionários e de seus funcionários para ajudá-lo a tomar decisões bem informadas. Mas é claro que nem tudo na vida – ou nos negócios – é sobre dinheiro. Use nossa fórmula para ajudá-lo a decidir sobre coisas como se você deveria contratar uma equipe de mudança ou não, mas use seu instinto e as respostas para essas três perguntas para ajudá-lo a fazer a escolha do restante.

DICA: Se prepare e se especialize em Departamento Pessoal

Gostaríamos que conhecessem nosso treinamento completo e totalmente na prática de departamento pessoal e eSocial para contadores. Aprenda todos os detalhes do departamento pessoal de forma simples e descomplicada. Saiba tudo sobre regras, documentos, procedimentos, leis e tudo que envolve o setor, além de dominar o eSocial por completo. Essa é a sua grande oportunidade de aprender todos os procedimentos na prática com profissionais experientes e atuantes no segmento, clique aqui acesse já!


Conteúdo original Ponto RH